Estado

Foto: Henrique Romero Servidores Luciano de Morais, Pedro Ivo, Marcelo Aguillar, Carlos Henrique e Miguel Santos Servidores Luciano de Morais, Pedro Ivo, Marcelo Aguillar, Carlos Henrique e Miguel Santos

O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) recebeu nesta segunda-feira, 3, a visita dos Assessores de Planejamento do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), Marcelo dos Santos Aguillar e Miguel Lucivaldo Alves Santos. Os servidores foram recebidos pelo Diretor-Geral do órgão, Pedro Ivo Costa Miranda, pelo Assessor de Estratégia, Pesquisa e Gestão da Qualidade, Carlos Henrique Martins, e pelo Secretário de Administração e Orçamento, Luciano de Morais Rodrigues.

A Assessoria de Comunicação Social, Corporativa e Cerimonial preparou uma mesa de lanches e sucos tropicais para recepcionar os visitantes do TRE-PA no quarto andar do prédio.

Os dois Assessores de Planejamento e Gestão estão em uma visita técnica para conhecer o sistema de Gestão da Qualidade implantado com sucesso no TRE-TO, e que agora pode ser experimentado em outros órgãos públicos, alguns inclusive de outros Estados como o TRE-PA.

Os servidores do Pará aproveitarão a ocasião para acompanhar a auditoria no setor de protocolo que será realizada nos dias 4 e 5 de novembro, na sede do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), em Goiânia, pela Assessoria de Estratégia, Pesquisa e Gestão da Qualidade (Aspeq) do TRE-TO, formada pelos servidores Carlos Henrique Martins e Cristiane Regina Boechat.

“É uma oportunidade única para nós podermos acompanhar uma auditoria realizada por colegas da Justiça Eleitoral”, declarou o Assessor Marcelo dos Santos Aguillar.

Responsável pela Aspeq, Carlos Henrique Martins se sentiu gratificado por saber que estamos alcançando nossa visão de futuro. “Queremos ser referência de qualidade na Justiça Eleitoral” comentou o servidor do TRE-TO.

Durante o restante do dia, os servidores paraenses estarão na Aspeq conhecendo melhor o funcionamento do departamento e mapeando iniciativas que possam ser aproveitadas em seu Estado de origem.

 

Fonte: TRE-TO

Por: Redação

Tags: Estado, Gestão, Tribunal Regional Eleitoral