Geral

Foto: Clayton Cristus

Os 61 anos da Convenção Interestadual dos Ministros e Igrejas da Assembléia de Deus do Serviço de Evangelização das Regiões dos rios Tocantins e Araguaia (Ciadseta) foram lembrados pelo deputado Pedro Lima (PR), na sessão ordinária desta quinta-feira, dia 30. Em seu pronunciamento, o parlamentar, que é o atual presidente da convenção, destacou a história, o crescimento e os números do grupo.

Segundo Pedro Lima, a Ciadseta foi fundada em 1948, a partir de um desmembramento da Igreja Assembléia de Deus de Belém do Pará. A nova convenção, sediada no município maranhense de Carolina, nasceu composta de nove igrejas-sede.

O discurso também serviu como uma prestação de contas. Pedro Lima, que está a frente da Ciadseta desde 1995, destacou que ao assumir a presidência da congregação haviam 457 obreiros inscritos em 179 igrejas-sede. Já em 2003, destacou o deputado, chegou-se a 1.470 obreiros inscritos e 364 igrejas-sede.

O desmembramento de outras duas novas convenções da Ciadseta foi outros dos destaques do parlamentar. Ele informou que, em 2003, as 79 igrejas-sede do sul do Maranhão formaram a Comadesma. Já as 52 igrejas-sede do sul do Pará e do norte do Mato Grosso fundaram a Ciadseta-PA/MT

Fonte: Dicom/AL