Esporte

Foto: Haroldo Nogueira Mendes, Fonseca e Piano comemoram ao final do trecho Mendes, Fonseca e Piano comemoram ao final do trecho
  • Foto: José Mário Dias

Em uma virada espetacular no último dia de disputa, a equipe Ford Racing Trucks conquistou o título de Campeã do Rally Internacional dos Sertões 2009 na Geral e na categoria T4.1 dos Caminhões. Não faltou garra para Edu Piano, Solon Mendes e Davi Fonseca que mais uma vez mostraram que o tricampeonato não poderia lhes escapar das mãos por pouco mais de 1m11s, que era a diferença que os separava da vitória final.

Mas a vitória da décima etapa foi a mais comemorada, entre as nove etapas vencidas ao longo dos 10 dias da competição. O trio largou nesta sexta-feira, 3, pela manhã determinado a chegar em Natal (RN) com o título. E foi o que aconteceu. Não deu chances para mais ninguém, manteve a frente e completou o trecho cronometrado de 85 quilômetros em 1h13m30s, a 4m28s do segundo colocado da categoria, que marcou com 1h18m02

A vibração contagiou a todos porque devido a um problema na etapa 7, a equipe oficial da Ford Caminhões perdeu a liderança na categoria e durante os dois últimos dias buscava pelos minutos perdidos e levou a decisão do título para a final. O piloto paulista não tinha palavras para descrever a emoção ao término do trecho cronometrado.

"É fantástico vencer de virada tem um gosto especial. Em 14 anos de Sertões este é o meu quarto título e o mais emocionante de todos porque deixamos a decisão para os 45 min do segundo tempo. Ainda mais porque foi a edição mais dura, mais completa e a mais gostosa de se vencer", comemora Piano, tetracampeão da prova que coleciona agora um título na geral dos Carros em 2005 e três na geral dos Caminhões e na T4.1 em 2007, 2008 e 2009.

O navegador cearense, que acompanha Piano nos três títulos consecutivos descreve a última batalha vencida. "Ainda bem que Deus me deu o dom da paciência do aprendizado porque estes últimos dias foram determinantes para nossa vitória, sabíamos que era possível vencer, mas depois de acelerar muito nesta última especial fomos recompensados com mais um título que é gratificante demais pelo trabalho que toda a equipe realizou", reforça Mendes.

Fonseca, o co-piloto e mecânico do trio é um dos responsáveis pela manutenção diária do F4000 Território 4x4 que mais uma vez não decepcionou pela robustez e potência que os levou ao terceiro título. "Hoje (3) andamos muito e Edu acelerou como nunca. Foi perfeito, valeu cada hora de sonho perdida que varamos a madrugada para deixar o caminhão em ordem. Foi muito diferente dos dois últimos títulos, mesmo com uma equipe mais enxuta este ano, a união e a energia foi muito maior e tudo isto nos ajudou nesta vitória", ressalta.

Perseverança e superação- Cinco mil e quarenta e cinco quilômetros depois, o Rally dos Sertões que teve início em 24/3 em Goiânia, percorreu sete estados (Goiás, Tocantins, Bahia, Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte) em 10 dias. A 17ª edição foi um das mais difíceis da história da prova e mostrou mais uma vez que superar tamanho desafio é para poucos e cruzar a rampa de chegada é uma vitória por si só, mas com um título de Campeão mas mãos é muito melhor.

"Em nome da equipe quero agradecer aos patrocinadores e parceiros que acreditaram mais uma vez em nós e também aqueles que não puderam nos apoiar este ano e que torceram pelo nosso tricampeonato. Queremos dividir este título com familiares e amigos e parabenizar a equipe Território que apesar de mais enxuta este ano mostrou como nunca empenho e dedicação", finaliza o piloto.

Piano, Mendes e Fonseca, venceram nove das dez etapas, só não foram os mais rápidos no sétimo dia (30/6), quando perderam a tração 4x4 na especial do areião (final da etapa Maratona) e num feito extraordinário, Piano levou o caminhão durante os 240 quilômetros de areia somente em 4x2. Mas como o lema do Rally dos Sertões é "desistir jamais" a equipe não se intimidou com as dificuldades impostas pelo trajetou e lutou bravamente até a conquista final.

Resultado (extra-oficial) Geral Caminhões - após 10 etapas

1) Edu Piano/ Solon Mendes/Davi Fonseca 26:33:54.30

2) Amable Barrasa/ Guilherme Petrine/Raphael Bettoni 26:37:15.00

3) Guido Salvini/ Fernando Chwaigert/ Weidner Moreira 32:07:25.70

4) Ulysses Marinzeck/ Evandro Luiz/ Jose de Carvalho 35:13:28.30

5) André Azevedo/ Maykel Justo/ Ronaldo Pinto 50:02:45.50

Fonte: Assessoria de Imprensa Ford Racing Trucks

 

Por: Redação

Tags: Esporte, Ford Caminhões, Rally dos Sertões