Campo

Foto: Mariana de Pietro

O governador Marcelo Miranda esteve reunido com o diretor-presidente da Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias, Pedro Arraes, no final da tarde desta terça-feira, 28, em Brasília. O governador pretende trazer o novo Centro de Pesquisa da Embrapa para o Tocantins ainda neste ano.

O projeto está previsto no PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, do governo federal, mas a Embrapa ainda não definiu o local da sede. As linhas de pesquisas ainda não foram definidas nem o corpo técnico, mas, inicialmente, seriam voltadas para estudos de aquicultura no país e sistemas integrados no Tocantins.

O governador ressaltou a boa localização do Estado, ofereceu uma área de 100 hectares, próxima ao município de Buritirana, para a construção da sede, e ainda pôs à disposição as pesquisas desenvolvidas pela Unitins – Fundação Universidade do Tocantins. “Vamos fazer a nossa parte... Nós já estávamos nos preparando para esse momento há muitos anos. Já temos uma área de 100 hectares e outras áreas a serem adquiridas. Temos o início, o mais importante é isso”, afirmou o governador.

De acordo com Pedro Arraes, a decisão depende do Conselho Administrativo da Embrapa, pois a intenção é realizar pesquisas relevantes para o país. “Não seria um Centro para o Tocantins, seria para o agroecossistema de um corredor maior. Mas as perspectivas são boas. Acho que existem boas possibilidades (do Tocantins sediar o Centro) e vamos trabalhar para isso”, afirmou diretor-presidente da Embrapa. A decisão da Embrapa deve sair ainda neste ano.

Acompanharam o governador, os secretários de Representação, Carlos Patrocínio, e o da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Sahium.

Fonte: Secom