Geral

O IV Fórum Estadual de Educação e Cultura Afro-Brasileira começa no próximo dia 16, e prossegue até o dia 18 deste mês. Ele tem por finalidade fomentar a criação dos fóruns e dos conselhos municipais de educação e cultura afrobrasileira, apoiar as secretarias de educação municipais no processo de implantação da lei 10.639/2003 nos currículos escolares e qualificação profissional, bem como implementar a educação quilombola nas comunidades existentes no Estado. A abertura do evento será às 19h30, no auditório do Palácio Araguaia.

Participam do Fórum professores, alunos, gestores e técnicos da Educação Básica e do Ensino Superior da rede pública e privada; militantes dos movimentos negros; gestores e técnicos de instituições publicas e da sociedade civil do Estado do Tocantins. As discussões serão sobre Cultura e Africanidades nas políticas de ações afirmativas referentes às relações étnico-raciais nas instituições públicas e privadas do Estado do Tocantins.

Durante a abertura do Fórum, ocorrerá o lançamento do livro: História e Cultura Afrobrasileira – coletânea de textos para a educação básica do Tocantins.

Histórico

Depois da realização do primeiro Fórum Estadual de educação e Diversidade Étnico - Racial no Estado do Tocantins, com ênfase na História e Cultura Afrobrasileira, realizado em Palmas no ano de 2005, muitos trabalhos foram desenvolvidos com o intuito de dar continuidade às propostas de implantação e implementação da lei 10.639/2003 no Estado. Um desses trabalhos foi o da criação do Fórum Permanente de Educação e Cultura Afro-Brasileira do Estado do Tocantins ocorrido em 2007.

O fórum tem por finalidade acompanhar, propor, subsidiar, avaliar, discutir e divulgar a implementação da Lei de Diretrizes e Bases 9394/96, artigos 26A, 79A e 79B, alterados pelo advento da Lei 10.639/03 e outros temas correlatos com a temática étnico-racial (gênero e juventude) nas áreas de educação, saúde, cultura, sociedade, economia e meio ambiente em relação ao processo de ensino e aprendizagem ministrado na rede pública e privada na Educação Básica e Superior do Estado do Tocantins.

Cronograma:

16 de novembro de 2009

Local: Auditório do Palácio Araguaia

19h e 30 min - Abertura

20h - Composição da mesa: (Representantes das instituições que compõem o Fórum);

21h - Palestra: – Estatuto da Igualdade Racial.

Palestrante: Benedito Cintra – Assessor da SEPPIR

Dia 17 de novembro de 2009

Local: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins – (Antiga Escola Técnica)

8h - Inscrições e credenciamento:

8h e 30 min - Momento artístico

9h às 11h e 45 min – Mesa Redonda – Religiões de Matriz Africana e Segurança

Palestrantes: Roger Taussig Soares – Faculdade de Teologia Umbandista - SP

Mãe Magna de Oxum

Cel - Antonio Carlos Moreno –- Chefe do Estado Maior – PM/TO

Mediador: Tania Maria Ribeiro Cavalcante - SEDUC

10h e 30 min – Intervalo

12h – Almoço

14h - Momento artístico

14h e 30 min às 17h e 45 min – Oficinas e mini-cursos

18h e 30 min às 19h e 30min – Show Musical – Everton dos Andes

19h e 30 min às 21h e 30 min - Mesa Redonda: Políticas de Acesso para a População Negra

Dia 18 de novembro de 2009

Local: Instituo Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins – (Antiga Escola Técnica)

8h - Momento artístico

9h às 11h - Mesa Redonda: Lei 10.639/2003 – Análise, Desafios e possibilidades para a Educação Básica e Superior do Tocantins.

Palestrantes: Drª Ludmila Fernandes da Silva Ribeiro – Ministério Público Federal

Alam Barbiero – UFT

Leomar Quintanilha – SEDUC

Danilo – SEMED

Osmar Nina - UNITINS

GRUCONTO

Mediador: Elis Raik - SINTET

10h – Intervalo

12h – Almoço

14h - Momento artístico

14h e 30 min às 16h e 30 min – Grupos de Trabalho

16h e 15 min às 17h e 30 min – Elaboração e aprovação da Carta do Fórum 2009

18h – Encerramento.

Dia 20 de Novembro

8h - 1ª Caminhada Brasil Mostra Sua Cor

Percurso: - Saída – Loja Encanel – AV JK até a escadaria do Palácio Araguaia

Fonte: Assessoria de Imprensa