Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente regional do PT, Donizeti Nogueira chegou ao Hotel Arco Íris e afimou à imprensa que nenhuma decisão está tomada com relação à aliança com o PMDB e apoio para a pré-candidatura do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB). “A nacional fez um pedido e nós temos a obrigação de discutir”, disse.

Os membros da executiva da sigla devem consolidar o apoio a Gaguim e a desistência da pré-candidatura do ex-prefeito de Porto Nacional, Paulo Mourão.

Donizeti ressaltou que vai explanar aos membros da executiva o pedido da executiva nacional à sigla e ainda do PMDB, ocorrido ontem em Brasília.

Indagado sobre os nomes que podem ser indicados para o Senado na chapa do governador Carlos Gaguim, no lugar do senador Leomar Quintanilha (PMDB), ele afirmou que o partido tem vários nomes, mas não citou nenhum.

O presidente confirmou que Mourão já descartou a possibilidade de ocupar o Senado, no momento. A deputada estadual petista Solange Duailibe, entretanto, se colocou à disposição para ocupar a vaga.

Sobre as especulações de que Mourão esteve no escritório político da União do Tocantins na manhã desta quarta-feira, 30, Donizeti afirmou que não está sabendo de nada e que o petista não demonstrou nenhuma insatisfação com a possibilidade de retirada de sua pré-candidatura.

Mourão é aguardado para a reunião mas ainda não chegou ao local onde estão reunidos lideranças do partido além dos membros da executiva.

Segundo informações ao Conexão Tocantins, se o partido não seguir com a candidatura própria, Mourão não pretende se candidatar a nenhum outro cargo.