Polí­tica

Foto: Divulgação Marcelo foi cassado no dia 26 de junho de 2009 Marcelo foi cassado no dia 26 de junho de 2009

O PSDB,partido do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) que disputa pela quinta vez o governo do Estado pela coligação Tocantins levado á Sério pode entrar na próxima semana com um pedido de impugnação da candidatura ao Senado do ex-governador Marcelo Miranda (PMDB).

A informação é do advogado do PSDB, Juvenal Klayber. Procurado pelo Conexão Tocantins, o advogado admitiu que estuda a possibilidade de protocolar o pedido no Tribunal Regional Eleitoral.

“Estamos avaliando com cautela, vendo e analisando”, frisou. O advogado deixou claro que se o partido entender que há impedimento jurídico contra Marcelo o grupo não vai hesitar em apresentar o pedido.No centro das alegações está o Projeto Ficha Limpa que impede já para este ano a candidatura de políticos condenados por um colegiado.

Não está descartado que o grupo apresente ainda o pedido de impugnação com relação a outros candidatos da coligação Força do Povo,encabeçada pelo governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB).

A decisão com relação ao pedido deve ser tomada, segundo Juvenal, na próxima segunda-feira, 8.

Marcelo, em todas as pesquisas divulgadas até o momento, pontua na frente na disputa ao Senado.

Certeza da candidatura

Embora a oposição tente questionar na justiça o registro da candidatura de Marcelo, o ex-governador já foi aconselhado por juristas de Brasília e ainda pela assessoria jurídica da coligação.

Marcelo alega que já foi punido pela cassação do seu diploma ano passado por abuso de poder político.