Polí­tica

Foto: Divulgação

Em visita à redação do Conexão Tocantins na tarde desta quarta-feira, 18, o candidato a deputado federal pela coligação Força do Povo 1, José Messias da Caixa (PT), afirmou que, até o momento faz uma campanha sem grandes apoios por parte de seu partido, ou coligação. “Apoio do grupo não existe. Do partido, tem sido muito pequeno”, destacou.

Contudo, na tarde da próxima quinta-feira, 19, haverá uma reunião entre o governador e candidato à reeleição, Carlos Gaguim (PMDB) e seus candidatos das proporcionais para discutir justamente esta questão do suporte logístico que a coligação dará aos políticos.

José Messias afirmou, no entanto que, mesmo sem o suporte do PT, ou da coligação da qual faz parte, ele possui grande aceitação entre suas bases eleitorais, localizadas nas cidades de Palmas, Colinas, Gurupi e na região do Bico do Papagaio, além do empresariado das regiões. “Eu sou candidato do partido dos trabalhadores, mas tenho o apoio tanto de políticos como de empresários”, ressaltou.

Principais metas de campanha

O candidato do PT à Câmara Federal afirmou que, caso eleito, pretende fazer uma ponte de ligação entre a iniciativa privada e o poder público para a viabilização de projetos, principalmente no setor de construção de moradias. Segundo José Messias, ele pretende buscar recurso privado para a efetivação destas obras. “É dinheiro, por exemplo, do fundo de garantia que está aos cuidados da Caixa”, completou.

Outra medida alegada pelo candidato é a maior fiscalização das entidades federais presentes no Estado. Entre elas, José Messias destacou que estão órgãos como o Ibama, o Banco do Brasil e a própria Caixa Econômica Federal. “Nós vamos conversar com os funcionários, com os gestores para descobrir se existe algum problema para ser resolvido”, afirmou.

Expectativas

Otimista, José Messias afirmou que existe grande possibilidade de estar entre os políticos tocantinenses na Câmara dos Deputados. Destacando grande aceitação em suas principais bases eleitorais, o candidato informou que tem a expectativa de ficar entre a 3ª e 5ª colocação nas eleições. “Essas eleições só dependem de mim”, concluiu.

Para tanto, o petista afirmou que já tem suas dobradinhas com candidatos à Assembleia Legislativa preparadas. De acordo com Messias, ele fará parceria com candidatos como Eli Borges (PMDB), Josi Nunes (PMDB) e Aleandro Lacerda (PMDB).