Educação

Foto: Manoel Lima

A Feira Literária Internacional do Tocantins (FLIT) trará muitas novidades este ano. A principal delas é que haverá uma maior participação de instituições diversas como é o caso da Federação das Quadrilhas Juninas do Tocantins, Associação dos Trabalhadores Ambulantes em Eventos e Cooperativa de Recicláveis. Os representantes destas instituições participaram nesta terça-feira, na Secretaria da Educação, de uma reunião para discutir a participação de cada um na Flit.

Otacílio Martins Cardoso, presidente da Cooperativa de Recicláveis, contou que desde que trabalha com reciclagem vem recolhendo livros e atualmente tem um acervo considerável, que ele deseja expor na Flit. Com a ideia, os trabalhadores da cooperativa têm pela frente um novo desafio, selecionar e catalogar livros.

A Cooperativa de Recicláveis funciona na 1012 Sul, Avenida 105, Lote 19B e recolhe resíduos em plástico, metal e papel. Para Otacílio, participar da Flit será uma oportunidade para divulgar o seu trabalho.

Cláudio Maranhão da Federação das Quadrilhas Juninas do Tocantins disse que está feliz pela oportunidade de ajudar a construir o novo formato da Feira do Livro do Tocantins. Ele frisou que a intenção é promover um concurso de quadrilhas regionais envolvendo os estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins e Distrito Federal.

Na realidade, as quadrilhas serão exibidas em uma arena, na qual o público estará bem acomodado para assistir as apresentações. Também haverá mostra de carimbó, catira e sússia.

Janaína Alves de Oliveira, membro da Associação dos Trabalhadores Ambulantes em Eventos, elogiou a forma como será a participação dos ambulantes na Flit. Os interessados em vender lanches na feira literária serão cadastrados pela associação e eles serão organizados conforme o tipo de serviços que oferecerão ao público. A associação está localizada na 406 Norte, LO 12, lote 03, em Palmas.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Seduc