Estado

Foto: Divulgação

Em reunião ordinária do Fonseas – Fórum Nacional de Secretários de Estado de Assistência Social, ocorrida em Brasília, na manhã da última quinta-feira, 7, o secretário do Trabalho e da Assistência Social do Tocantins, Agimiro Costa, tratou com a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, sobre a implantação do Plano Brasil Sem Miséria. Uma força tarefa entre, governo federal, estados e municípios, que combaterá os índices de pobreza extrema que, segundo dados divulgados pelo MDS, chegam a 16 milhões de brasileiros.

Para a ministra, a fórmula para o sucesso do Plano Brasil Sem Fome, é a conscientização de todos. “O plano é uma força tarefa e não pode ser um plano para acontecer em somente quatro anos e sim um plano de governo, e para que isso aconteça é preciso que os estados tenham uma atuação conjunta, se isso não acontecer não tiraremos os 16 milhões de brasileiros dessa triste estatística”, argumentou.

Já osecretário, colocou-se a disposição para fazer o que for necessário para que o Plano seja bem sucedido no Tocantins. “Para colocar o Plano Brasil Sem Fome em prática no Tocantins, nós vamos convidar as secretarias afins para um trabalho conjunto, no sentido de acabar com a triste estatística da fome que nos encontramos atualmente”, explicou.

Sobre os dados de extrema pobreza no Brasil, do total de 16 milhões, os indicadores são, segundo dado do censo 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística):

50,9% de pessoas até 19 anos;
39,9% de crianças até 14 anos;
70,8% são negros;
25,8% são analfabetos;
30,8% são mulheres.

Fonte: Ascom Setas