Campo

Foto: Arquivo/Adapec

As visitas de orientação sobre adequações ao SISBI/POA – Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal solicitadas ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, pela Adapec – Agência de Defesa Agropecuária iniciaram nesta quinta-feira, 25. As ações foram definidas durante reunião com a SFA – Superintendência Federal da Agricultura, na sede da Agência, em Palmas.

Na Adapec, a equipe de fiscais federais deve analisar as instalações físicas, administrativas, funcionamento de registro de estabelecimentos, dados estatísticos de produção, entre outras. A previsão é que a vistoria dure 15 dias e que ocorra também em alguns frigoríficos registrados no SIE – Serviço de Inspeção Estadual, indicados pela Adapec. Neles, serão avaliados a estrutura, abate e comercialização da carne, inocuidade e qualidade dos produtos.

“Primeiro pedimos um diagnóstico para ver as deficiências e estudar as possibilidades de adesão”, explica a coordenadora de Inspeção Animal da Adapec, Joseanne Cademartori Lins, acrescentando que o Sistema busca a equivalência federal nos procedimentos que vão desde a origem do produto até a sua comercialização.

“Vamos observar se os estabelecimentos estão cumprindo, na prática, as exigências previstas na legislação estadual e federal. Para então, indicarmos quais as adequações necessárias para adesão ao Sistema”, ressalta a chefe do Serviço de Inspeção e Saúde da Superintendência Federal da Agricultura (SFA), Adriana Floresta, destacando que o objetivo do Mapa é aumentar a oferta de produtos com segurança alimentar.

Após a avaliação, se a Adapec e as indústrias estiverem dentro dos padrões preconizados pelo Sisbi, o próximo passo é produzir um plano de trabalho que levará a adesão. As normas para a adesão poderá ser conferida na instrução normativa nº 36 do Mapa. “Temos o interesse de aderir ao Sistema, porque expandi o comércio interestadual e beneficia a população que terá mais oferta de produtos de qualidade”, destaca o presidente da Adapec, Geraldino Ferreia Paz.

Sisbi

O SISBI-POA faz parte do Sistema Unificado de Atenção a Sanidade Agropecuária (SUASA), padroniza e harmoniza os procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a inocuidade e segurança alimentar.

De acordo com os dados do Mapa, já fazem parte do sistema os estados do Paraná, Bahia e Minas Gerais e os municípios de Uberlândia (MG), Rosário do Sul (RS), Santa Cruz do Sul (RS) e Erechim (RS). Outros 11 estados (Ceará Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás, Mato Grosso, além do Distrito Federal) e mais de 50 municípios estão em processo de adesão. (Ascom Adapec)