Polí­tica

Foto: Divulgação

O Senado comemorou na tarde dessa quarta-feira (5),os 23 anos da criação dos estados do Tocantins, Amapá e Roraima e da promulgação da Constituição Brasileira.

O requerimento solicitando a homenagemteve o senador Vicentinho Alves (PR-TO) como co-autor, em conjunto com o senador Randolfe Rodrigues e demais senadores.

Parlamentares, como o senador Mozarildo Cavalcante, ressaltaram a importância da criação do Estado do Amapá e o fortalecimento queo Tocantins garantiu à região norte do País com sua criação.

Já em seu discurso, Vicentinho rememorou a história da criação do estado, relembrando figuras históricas importantes que contribuiram para que o ideal separatista fosse construído com tal zelo - como o idealizado porTeotônio Segurado, ainda em 1821, atéchegar àrealização deste sonhono dia 05 de Outubro de 1988 - data em que o Tocantins foi criado.

Vicentinho enfatizou que as discussões promovidas pelos intelectuais separatistasdesde o século XVIIInão deixaram que a ideia deum Tocantins livre esmorecesse. Em seu discurso, Vicentinho ressaltou a contribuição essencial da Cenog e Conorte a este processo, da participação contributiva daAssociação Tocantinense de Imprensa (movimento criado em Porto Nacional e que teve o próprio pai do parlamentar, o Comandante Vicentão, como um de seus idealizadores) à luta pelo Tocantinsaté chegaraSiqueira Campos.

Para Vicentinho, a contribuição "daquele que o maior líder do Tocantins eúltimoestadista vivo do Brasilé incontestável".

O senador ainda discursou sobreo potencial econômico do Tocantins, reforçando as atenções sobrea produção agrícola do estado, que bate recordes de safra; salientou a produção pecuária e o atendimento ao mercado exterior, citou aprodução de energia dasusinashidrelétricas no estado, reforçou a importância da hidrovia e a riqueza turística do Tocantins. (Assessoria de Imprensa Vicentinho Alves)