Esporte

Foto: Divulgação

Expectativa e muita euforia são os ingredientes que os atletas tocantinenses trouxeram na bagagem para a disputa das Olimpíadas Escolares, etapa 15 a 17 anos, que desta vez acontecem em Curitiba (PR). A delegação de 95 pessoas, composta por atletas, oficiais e dirigentes que chegou no início da tarde da última terça-feira, 06, para as modalidades coletivas, teve uma surpresa na hora do jantar, a visita do campeão olímpico Giba que foi ouro em Atenas 2004 e prata em Pequim 2008, o encontro aconteceu no Centro de Convivência da competição, montado no ginásio do Tarumã.

O medalhista que tem tantas vitórias no currículo, disse se sentir emocionado ao voltar ao ginásio onde começou sua vida esportiva, uma vez que é natural de Londrina, mas passou boa parte de sua infância e adolescência em Curitiba, onde iniciou sua carreira no voleibol. Para os atletas ele deixou a mensagem de superação que o esporte ensina. “Comecei a jogar ainda na escola, como vocêsaprendi a vencer e perder. Sem a escola não teria conseguido chegar onde cheguei por isso digo a vocês, que continuem estudando”, disse o campeão.

Competição

Na manhã desta quarta-feira, 07, as competições tiveram início, para as modalidades de basquete, futsal, handebol e vôlei que acontecem simultaneamente em 16 ginásios e seguem até domingo (11), quando serão conhecidos os novos campeões brasileiros.

As meninas do basquete feminino do Centro de Ensino Médio Arizinho, de Gurupi, estão em sua partida de estreia, contra Atual Centro de Ensino do Amapá, que acontece no ginásio 2 do Colégio Marista Paranaense. A capitã da equipe Andressa Alves, conta que apesar de ser seu último ano, está muito confiante o time se preparou bastante. “Os Jogos Estudantis do Tocantins nos mostraram que o nível das atletas não seria fácil mesmo, mas estamos buscando aprendizado e conhecimento, e é claro vamos lutar por uma medalha”, conta.

Saulo Oliveira, o professor e técnico do time explica que os treinamentos se intensificaram no segundo semestre, e que muitas das atletas que estão na competição terão a oportunidade de estar nas Olimpíadas em 2012, porque ainda não terão alcançado a idade máxima que é 17 anos. “Por isso o time tem grandes chances de competir de igual para igual nas próximas edições dos jogos”, explica.

Já no basquete masculino os meninos do Colégio Marista de Palmas enfrentam às 15horas o Colégio Marista de Natal. No futsal feminino o combate acontece entre as atletas do Centro de Ensino Médio Bom Jesus e o Colégio Expansivo de Rio Grande do Norte, no masculino o Colégio Estadual de Cristalândia enfrenta a Escola Estadual Antônio Fernandes de Mato Grosso do Sul.

As partidas do Handebol tanto feminino quanto masculino acontecem à tarde, as meninas medalhistas do handebol do Colégio Militar de Palmas, que foram ouro na edição 2010 dos jogos enfrentam a Escola Estadual Balbina Mestrinho do Amazonas. O time masculino também do Colégio Militar enfrenta a Escola Uopaon-Açu do Maranhão.

No Voleibol Feminino o Colégio Dom Bosco vai para o combate com o Ceo do Pará. E no masculino o Educandário Objetivo de Palmas vai para disputa em quadra com a Escola Noronha Filho de Pernambuco.

Extra

No futsal masculino, as partidas acontecerão no ginásio da ASPP, do Sesc Esquina e nos ginásios pequeno e grande da Universidade Positivo, a partir das 8h30. Futsal feminino Sesc Esquina. O handebol, por sua vez, terá suas partidas acontecendo no ginásio da Paraná Esporte e do Colégio da Polícia Militar (feminino) e nos dois ginásios da PUC. Todos os locais recebem partidas a partir das 8h.

As Olimpíadas Escolares são organizadas e realizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro, correalizadas pelo Ministério do Esporte, com a direção técnica das Confederações Brasileiras Dirigentes de Esportes Olímpicos e apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba e Governo do Estado do Paraná. (Ascom Seduc)