Polí­tica

Foto: Divulgação

O PDT vai intensificar as mobilizações em prol da pré-candidatura da vice-prefeita, Edna Agnolin, foi o que afirmou o presidente regional da legenda, Angelo Agnolin em entrevista ao Conexão Tocantins nesta quarta-feira, 29. “Vamos investir todo esforço na composição do grupo de partidos para transformar a candidatura da Edna na melhor. O partido vai se mobilizar para consolidar isso”, afirmou.

Questionado se o PDT já busca conversa separadamente com algumas das siglas que compõem o grupo do prefeito Raul Filho, Agnolin ressaltou que não há fato novo com relação a isso e que o PDT aposta no entendimento e consolidação do grupo.

A definição no grupo sobre o candidato que terá apoio de todos deverá sair em março conforme estimativa do prefeito Raul Filho. No entanto, para Agnolin até o momento não há ninguém com vantagens expressivas. “ Não há hoje nenhuma candidatura que se sobreponha sobre as demais no grupo”, avaliou.

Segundo aliados de Edna com o reforço que o PDT nacional já garantiu á pré-candidatura da vice-prefeita não está descartada a possibilidade do nome ser lançado mesmo sem apoio dos partidos. Cuidadoso ao comentar essa possibilidade, Agnolin frisou que a intenção principal do PDT é esgotar todos os esforços para buscar alianças.

Porto Nacional

Outra meta do PDT no Estado é a reeleição da atual prefeita de Porto Nacional, Teresa Martins. “Não abrimos mão da reeleição de Teresa Martins, ele é uma excelente administradora e precisa permanecer para concluir uma série de projetos”, frisou Agnolin.

No entanto, a gestora preferiu não comentar sobre essa possibilidade embora suas movimentações dêem sinal de que ela pretende tentar reeleição.