Polí­tica

Foto: Divulgação

Depois que o deputado federal e presidente regional do PDT, Angelo Agnolin resumiu a disputa à prefeitura da capital a dois grupos sem a existência de uma terceira via o empresário e presidente do PP da capital, além de pré-candidato da legenda, Carlos Amastha encaminhou nota onde esclarece que o partido tem identidade com os grupos da centro-esquerda mas que não integrará nenhum grupo apenas pela denominação de ser contra ou a favor o Palácio ou a prefeitura.

“Ressaltamos que não vamos integrar um grupo que seja contra o Palácio ou Paço Municipal, pois somos e estamos a favor da cidade. Discutimos e trabalhamos com propostas e projetos que tragam benefícios para todos os cidadãos palmenses”, frisou o pepista. Para Agnolin e também outros representantes do grupo de oposição ao Palácio Araguaia o PP está inserido mesmo que indiretamente nessa base de partidos já que dialoga com as siglas oriundas desse grupo.

No entanto Amastha coloca que “somente vão estar ao lado do PP partidos que se posicionarem claramente sobre todas as discussões da cidade, como, por exemplo, a expansão do plano diretor”, disse o pré-candidato através de nota. O PP desde o início do processo de discussões partidárias se colocou como articulador de uma terceira via com o propósito de discutir propostas e projetos inovadores para a capital.

Nessa condição de independente tanto do grupo do Palácio Araguaia como da prefeitura da capital Amastha tem conversado semanalmente com os principais líderes da maioria das legendas que estão atualmente na base de partidos do prefeito Raul.O PP é claramente contra a expansão do plano diretor da capital assim como o PSB, aliado mais próximo do partido.

Veja íntegra da nota encaminhada por Carlos Amastha:

Sobre matéria publicada no site Conexão Tocantins, nesta segunda-feira, 02, com o título “Agnolin defende grupão que vai confrontar Palácio Araguaia e promete novidades para pré-candidatura de Edna”, gostaríamos de acrescentar que:

O Partido Progressista tem uma identidade com os grupos que representam a centro-esquerda. Entretanto, ressaltamos que não vamos integrar um grupo que seja contra o Palácio ou Paço Municipal, pois somos e estamos a favor da cidade. Discutimos e trabalhamos com propostas e projetos que tragam benefícios para todos os cidadãos palmenses. Ressaltamos ainda que somente vão estar ao lado do PP partidos que se posicionarem claramente sobre todas as discussões da cidade, como, por exemplo, a expansão do plano diretor.

Carlos Amastha / Presidente Metropolitano do PP