Estado

Foto: Lourêncio Bonifácio

Depois da revelação das escutas telefônicas em que o secretário de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos é citado pelo empresário Carlos Cachoeira, investigado da Operação Monte Carlo, o secretário encaminhou nota com explicações sobre o assunto.

O nome de Eduardo foi citado quando um dos investigados citou que o Estado estaria viabilizando para que a empresa de Cachoeira fizesse a inspeção veicular no Estado. “O Detran informa que não há nenhuma solicitação de audiência, encontro ou qualquer contato de alguém ligado a este grupo ou qualquer outro para tratar de assuntos relacionados a oferta desse serviço uma vez que o Detran não cogitou a possibilidade de terceirizá-lo”, explica o secretário através de nota.

Veja a íntegra da nota encaminhada pelo secretário Eduardo Siqueira Campos:

Nota

Em relação a notícias veiculadas pela mídia, informo que, para o bem da verdade e com objetivo de evitar interpretações ou mal-entendidos, é necessário deixar claro alguns pontos.

As conversas telefônicas das quais há apenas citações de meu nome feitas por investigados na operação Monte Carlo ocorreram em abril de 2011.

Decorrido um ano do referido diálogo, cabe informar que o Detran realiza, de forma direta, sem convênios ou terceirizações, o serviço de inspeção veicular no Estado.

O Detran informa que não há nenhuma solicitação de audiência, encontro ou qualquer contato de alguém ligado a este grupo ou qualquer outro para tratar de assuntos relacionados a oferta desse serviço uma vez que o Detran não cogitou a possibilidade de terceirizá-lo.

E que a exigência do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) a partir de 2012 para que todos os Estados realizem a inspeção ambiental será discutida em audiência pública no dia 20 deste mês, em Palmas. E o Detran antecipa e anuncia que pretende manter a mesma postura de execução direta pelo órgão da referida inspeção.

Por fim, diferente do que se pressupõe nos referidos diálogos, o comportamento do Detran não deixa a menor dúvida que não houve sucesso na tentativa de perpetrar uma suposta atuação no órgão de qualquer grupo.

Eduardo Siqueira Campos
Secretário de Relações Institucionais
Governo do Tocantins