Estado

Foto: Divulgação

Durante as comunicações na sessão desta terça, 24, na Assembleia Legislativa a deputada Amália Santana se posicionou a respeito da falta de estrutura da Adapec que vem afetando e pondo em risco as exportações de carne tocantinense.

Entre os problemas identificados está a falta de infraestrutura dos órgãos de fiscalização (Adapec), como a falta de geladeiras para o armazenamento de vacinas e materiais para análise clínica, além de falta de pessoal e investimento financeiro por parte do Estado.

A preocupação com a situação partiu inicialmente dos próprios servidores, ficais e inspetores agropecuários que convivem com essa realidade diariamente. Profissionais da Adapec procuraram a deputada Amália Santana e pediram o seu apoio para solucionar a situação.

“Não podemos correr o risco de perdermos as nossas conquistas na área da exportação de carne por falta de descuido e gerenciamento, por isso não vou me furtar de buscar alternativas junto ao governo para solucionar estes problemas”, disse a parlamentar durante sua fala em sessão. Amália Santana também se comprometeu em ter audiência junto a Secretaria da Agricultura para falar sobre o assunto com o secretário Jaime Café.

Em contato com a parlamentar os servidores confirmaram a situação precária, segundo informações repassadas há falta de material didático e de papelaria, os escritórios estão funcionando off line, ou seja sem acesso aos processos, por atraso no pagamento de contas básicas como água, energia, telefone. A ausência de geladeiras estaria prejudicando a coleta de materiais para exame por não ter onde armazenar. (Ascom)

Por: Redação

Tags: Adapec, Amália Santana, Jaime Café Filho