Polí­tica

Foto: Clayton Cristus

O deputado Stalin Bucar (PR) é o autor de um requerimento aprovado em regime de urgência na tarde desta quarta-feira, dia 16, que solicita um relatório ao secretário de Estado da Saúde, Nicolau Esteves. O parlamentar quer que seja informada a quantidade, valores gastos e fornecedores dos medicamentos adquiridos pela Sesau, desde a contratação da entidade que gerencia hospitais da rede pública, a Pró-Saúde.

Para Stalin, “são constantes as denúncias a respeito de falta de medicamentos nos postos e hospitais públicos no Tocantins. Ante esta grave denúncia, não podemos deixar a sociedade tocantinense sem uma resposta”. O parlamentar também solicita o patrolamento e encascalhamento da rodovia TO-342, no trecho entre Miranorte e Dois Irmãos.

Já o deputado Amélio Cayres (PR) requer a recuperação da rodovia TO-010, que vai de Ananás e passa pelos povoados de Piranhas, Ronca e Natal, com destino à Transamazônica. O republicano José Bonifácio quer a conclusão da obra de acesso à ponte no Rio Tocantins, que vai ligar Filadélfia a Barra do Ouro.

Em outra matéria que tramitou em regime de urgência, o democrata Osires Damaso sugere ao Executivo que realize estudos a fim de subsidiar uma proposta a ser enviada a esta Casa de Leis para alterar a lei que trata do afastamento do profissional do magistério da Educação Básica para aperfeiçoamento. Outra proposta do deputado é a realização de sessão solene em homenagem ao Dia da Marinha do Brasil, nesta Casa de Leis, dia 13/06/12, às 9h.

Quanto aos requerimentos aprovados em tramitação regular, constam matérias do peemedebista Eli Borges. Em uma delas, ele pede ao Governo do Estado que adote os mesmos procedimentos anunciados pelo Governo Federal para a redução da tarifa de energia elétrica.

Em diversos pedidos, o parlamentar José Geraldo (PTB) requer ao presidente da Assembleia a instalação de reservatório para armazenamento da água da chuva no prédio do Parlamento. À Fundação Nacional do Índio (FUNAI), o petebista solicita a instalação e operação de postos de atendimento médico em cada reserva indígena do Estado.

Tiveram seus requerimentos aprovados ainda os deputados Amália Santana (PT), Marcello Lelis (PV), Sargento Aragão (PPS), Solange Duailibe (PT) e Wanderlei Barbosa (PSB). (Dicom/AL)