Polí­tica

Foto: Divulgação

A segunda pesquisa Ibope sobre as eleições deste ano em Palmas avaliou vários cenários dentre os vários nomes pesquisados. Um deles foi a avaliação sobre a segunda opção de voto do entrevistado caso seu candidato não venha a concorrer.

Neste caso a pesquisa detectou que, caso Marcelo Lelis (PV) não concorra, o nome mais citado pelos seus eleitores como segunda opção é o da deputada Luana Ribeiro (PR) com 33%, em seguida a maior aprovação foi de Edna Agnolin (PDT) com 13%, Eli Borges (PMDB) 7%, Alan Barbiero (PSB) 4%, Carlos Amastha (PP), Walter Balestra (PCdoB) e Ivory de Lira (PT) pontuaram 1%. Brancos e nulos somaram 14% e 26% não souberam ou não responderam.

Caso Luana Ribeiro não saia candidata os eleitores que optaram pelo nome da republicana escolheram como segunda opção o deputado Marcelo Lelis que neste cenário chegaria a 40% das intenções de voto. O segundo mais citado neste cenário foi Eli Borges com 10% em seguida os mais citados foram Edna Agnolin 5%, Carlos Amastha e Alan Barbiero 2%, Ivory e Balestra 1%. Brancos e nulos neste cenário foram 17% e 21% dos entrevistados não responderam.

Numa simulação em que Edna Agnolin não saia candidata os entrevistados que a citaram anteriormente escolheram como segunda opção Marcelo Lelis (37%) em seguida Luana Ribeiro (18%). Com 3% neste cenário foram escolhidos Eli Borges e Walter Balestra. Os demais candidatos não pontuaram nesta simulação que teve 16% que optaram por voto branco ou nulo e 24% não souberam ou não responderam.

Se Eli Borges não concorresse os eleitores que o apontaram escolheriam como segunda opção Luana Ribeiro e Marcelo Lelis, ambos com 14% das intenções neste cenário, em seguida Edna Agnolin e Ivory de Lira com 10% da preferência. Amastha e Barbiero aparecem com 2% neste cenário. Nesta simulação, 31% dos entrevistaram votariam branco ou nulo e 17% não souberam ou responderam.

Se o petista Ivory não saísse candidato os eleitores que o citaram demonstraram preferência por Luana, Lelis e Eli Borges, todos os três pré-candidatos tiveram 17% das intenções de voto neste cenário. Os demais nomes não pontuaram. Vele registrar que 33% não souberam ou não responderam.

Alan Barbiero não sendo candidato os nomes mais citados respectivamente foram Eli Borges 30%, Balestra, Amastha, Luana Ribeiro e Lelis com 10%. 20% votariam branco ou nulo e 10% não souberam ou não responderam.

Num cenário em que Amastha não concorresse os eleitores que o citaram escolheram com a mesma porcentagem de 22% os pré-candidatos Lelis, Luana Ribeiro e Alan Barbiero. Ivory e Eli pontuaram 11% e este mesmo índice de entrevistados não souberam ou não responderam.

Os eleitores que citaram Walter Balestra do PCdoB num cenário sem ele optaram por Marcelo Lelis (50%) e Edna Agnolin (25%).

A pesquisa

A pesquisa encomendada pelo Partido Progressista e registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins sob protocolo nº TO-0030/2012 foi realizada de 24 a 26 de maio de 2012 com 602 entrevistados. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.