Estado

Foto: Divulgação

Depois dos entraves e das discussões em torno da aprovação, na Assembleia Legislativa, da criação do novo Fundo Financeiro do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado (Igeprev), o presidente da entidade, Gustavo Furtado Silbernagel pediu exoneração do cargo, conforme o Diário Oficial da última quinta-feira, 12. A alegação, segundo a assessoria do órgão, foi o retorno do presidente às suas atividades profissionais como advogado, além de outros projetos pessoais.

O presidente, no entanto, de acordo com seu discurso de despedida aos servidores do Igeprev publicado no site da instituição, ressaltou que suas motivações foram estritamente pessoais e que sua decisão foi motivada por novos desafios em sua carreira de advogado, na qual atua há 12 anos.

Vale ressaltar que o ex-presidente do Instituto de Gestão Previdenciária foi figura bastante notória nos trabalhos da Assembleia Legislativa desde o mês de junho, quando a criação do novo Fundo Financeiro do Igeprev deu entrada na Casa de Leis para análise por parte dos parlamentares. Por pelo menos quatro oportunidades Silbernagel foi chamado à AL para prestar esclarecimentos acerca da matéria.

Novo presidente

Em seu lugar na presidência do Instituto entra o chefe da Assessoria Jurídica da entidade, Robson Alexandro Viana Tavares, conforme o Diário Oficial do Estado.