Estado

Foto: Wilson Rodrigues

O chefe da comissão do Banco Mundial que acompanha o Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS) no Tocantins, Eric Lancelot, comunicou nesta terça-feira, 21,  ao governador Siqueira Campos, que espera que o contrato de financiamento do programa seja assinado até o final do mês de setembro e que a licitação de algumas obras seja realizada ainda este ano. O PDRIS investirá 375 milhões de dólares, sendo 300 milhões do Banco Mundial e 75 milhões de dólares como contrapartida do Estado.

Lancelot esteve com o governador Siqueira Campos em companhia dos secretários da   Infraestrutura, Alexandre Ubaldo, e do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Divaldo Rezende. A equipe, composta também pelos técnicos especialistas em transportes Rodrigo Akira Nakama, Virgínia Henriquez Ferna e Sathosi Ogita,  permanecerá no Estado até quinta-feira, 23.

Segundo o chefe da missão do BIRD, o esforço concentrado do Governo do Tocantins e do Banco Mundial resultou na apresentação do projeto à diretoria em Washington (EUA) em junho passado e sua rápida aprovação. Neste momento o ex-ministro do Meio Ambiente e secretário e Representação do Tocantins no Distrito Federal, Flavio Peixoto, desempenha papel importante no acompanhamento do processo de financiamento do BIRD junto aos órgãos do Governo Federal, agilizando o seu andamento.

Segundo Eric, os próximos passos levam à cerimônia de assinatura do contrato de financiamento. O governador Siqueira Campos deixou a diretoria do Banco Mundial inteiramente à vontade para decidir sobre o local onde isto ocorrerá, se em Brasília ou no Tocantins. (Secom)