Polí­tica

Foto: Divulgação

O candidato a prefeito de Palmas pela coligação “Um novo caminho é possível”, Carlos Amastha (PP), realizou na noite desta quarta-feira, 12, uma reunião com aproximadamente mil pessoas no distrito de Taquaruçu. Durante o evento Amastha falou dos constantes ataques que vem recebendo da coligação adversária. “Não vamos descer o nível, vamos continuar respeitando todos os candidatos e principalmente respeitando o povo palmense que não merece uma campanha de ataques, mas que está sedento por propostas que realmente tragam melhorias para a nossa terra”, destacou o candidato.

Ao lado deputado estadual Wanderlei Barbosa (PEN), que tem sua base política em Taquaruçu, Amastha ressaltou: “Quando o Wanderlei, que é legítimo palmense, que foi vereador por Porto Nacional, representando essa terra antes de Palmas ser criada, endossa essa campanha eu me sinto revigorado para continuar lutando para consolidar a nossa capital”, disse o pepista.

Em seu discurso, Wanderlei ressaltou que agora é a oportunidade do povo promover a grande mudança que Palmas precisa. “É hora de nós mudarmos para um governo sério, que tem capacidade de fazer o melhor para nossa capital”. E completou, “o empreendedorismo do Amastha e seu compromisso com a população é o que vai fazer a diferença”.

Amastha ainda apresentou aos moradores alguns pontos de seu plano de governo para desenvolver Taquaruçu. “Nós temos aqui uma grande beleza natural e vamos aproveitar tudo isso muito bem. Vamos fazer a nossa parte, implantar a infraestrutura necessária, atrair serviços bancários, fortalecer o comércio local e capacitar a mão de obra e instituir um calendário de eventos, tudo o que já deveria ter sido feito para potencializar o turismo”.

O candidato destacou, “além disso, temos acesso à Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), que possui recursos que vamos pleitear com projetos viáveis e com a credibilidade da prefeitura que vamos resgatar”.

As propostas agradaram a moradora do distrito, Creuza Gomes. “Há 10 anos que moro em Taquaruçu e sempre fomos esquecidos. Gostei dos planos que o Amastha tem pra nós e acredito que seremos valorizados”, disse.