Estado

Foto: Divulgação

Por meio de nota a Secretaria Estadual da Administração informou ao Conexão Tocantins que não foram encontradas provas para as acusações de assédio moral e maus tratos que teriam sido cometidos pelo ex-corrregedor administrativo Jader Ferreira.

Ele foi afastado da pasta após graves denúncias que foram feitas também junto ao Sindicato dos Servidores Públicos-Sisepe. “Após as diligências realizadas por comissão composta especificamente para este fim, verificou-se a existência de inconsistência entre os fatos e a denúncia, já que não foram encontradas provas da materialidade dos fatos”, informou a Secad.

Mesmo a Secad dizendo que não houve provas para as denúncias Jader foi exonerado pela secretaria mas foi recontratado dias depois desta vez na secretaria da Infra-Estrutura o que causou estranheza e questionamentos inclusive por parte do Sisepe.

Veja a nota da Secad encaminhada ao Conexão Tocantins:

NOTA SECAD

Em atenção à matéria divulgada no site “Conexão Tocantins” sobre ex-corregedor, a SECAD – Secretaria da Administração informa que foram apuradas, através de procedimento administrativo sigiloso, as informações contidas em denúncia anônima encaminhada a esta Pasta. Após as diligências realizadas por comissão composta especificamente para este fim, verificou-se a existência de inconsistência entre os fatos e a denúncia, já que não foram encontradas provas da materialidade dos fatos.