Polí­tica

Foto: Divulgação Antônio Jorge Godinho já foi deputado federal pelo Tocantins Antônio Jorge Godinho já foi deputado federal pelo Tocantins

O ex-deputado federal Antônio Jorge Godinho encaminhou ofício ao presidente regional do PTB informando que deixará a presidência da Comissão Provisória da legenda na capital. “Eu tenho uma história no partido, ajudei a fundar o partido”, começou sua justificativa em entrevista ao Conexão Tocantins nesta terça-feira, 4.

Discorrendo sobre sua participação no partido, ele afirmou que considera a condição de comissões provisória muito vulnerável. “Nunca gostei dessa questão de comissão provisória”, disse. Ele disse também que tem custeado despesas do partido. “Eu não estou reclamando, faço por que gosto”, ponderou.

Segundo ele, o prazo para formar o diretório expirou mas não foi feita alteração na comissão de Palmas. Questionado se pretende deixar o partido ele disse que por enquanto não tem essa pretensão. “A gente sente a cobrança dos companheiros e não pode ajudar”, frisou, citando que muitos aliados do Sudeste do Tocantins estão cobrando ajuda do partido com relação ao governo.

“Quem tem mandato e que já é da base tem que exigir. Eu sei que eles também estão com dificuldades”, salientou. O dirigente ficou à frente do partido por mais de três anos.

Ao Conexão Tocantins, o presidente regional do partido José Geraldo de Melo Oliveira frisou que pretende conversar com Antônio Jorge sobre o assunto. “Ainda vamos conversar ele me ligou ontem comunicando dizendo que ia dar um tempo na questão partidária mas se colocou à disposição para ajudar no partido”, frisou.

O presidente estadual reafirmou ainda que o relacionamento do partido com o atual governo estadual segue sem nenhum tipo de problema e que o partido continua na base.