Polí­tica

Foto: Divulgação

O prefeito eleito de Centenário, Wesley Camilo (PSDB) teve sua eleição cassada pelo juiz da 33ª Zona Eleitora, Marcelo Rastirolla por compra de votos durante o processo eleitoral. Com isso, a expectativa é que seu concorrente, Pedro Sales (PSD) deva ser diplomado como gestor do Executivo municipal.

Ao Conexão Tocantins, Sales informou que ainda não sabe a data de sua diplomação como prefeito de Centenário. De acordo com o político, as ações ainda dependem de recurso por parte do candidato condenado pela Justiça. “A decisão ainda não foi publicada. Vamos aguardar a publicação, para ver se haverá recurso e aí tomaremos conhecimento de tudo”, explicou.

Cabe ressaltar que a condenação de Camilo, decidida no final da tarde de sexta-feira, foi em primeira instância e o candidato ainda poderá entrar com recurso ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Irmão

Um dia depois do término das eleições, em 8 de outubro, o irmão do prefeito recém-eleito, Wilton Ferreira Rocha, foi preso com R$ 28 mil, dinheiro supostamente para compra de votos. Depois da denúncia, o irmão de Wesley Camilo pagou fiança e foi liberado.