Economia

Foto: Divulgação

Em visita ao Parque Tecnológico de Florianópolis e à Fundação Certi, conceituada na área de implantação e gestão de parques tecnológicos, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Tocantins, Paulo Massuia, discutiram a implantação do Parque Tecnológico do Tocantins que será implantado na capital. A visita foi realizada nesta sexta-feira, 19, e contou com a presença do secretário de Governo, Tiago Andrino, e de técnicos da área.

O Parque Tecnológico do Tocantins será implantado a partir de parceria público privada, construída por meio de uma Sociedade de Propósito Específico. O Governo do Estado e a Prefeitura de Palmas investirão na área, na realização de estudos de viabilidade, compromissos com licenciamentos necessários e direcionamento do projeto. A Universidade Federal do Tocantins também é parceira.

Paralelamente a esse trabalho, os poderes públicos municipal e estadual se engajarão na prospecção de investidores que estão buscando áreas no país para investimentos inovadores.

Após a visita, o prefeito Carlos Amastha falou sobre a proposta. “É um grande projeto que vimos aqui, estamos satisfeitos e motivados a acelerar o trabalho para a implantação do Parque Tecnológico de Palmas, que está na fase de conclusão do projeto”, ressaltou.

O projeto do parque, que deve ser concluído ainda este ano e implantado em uma área próxima à Universidade Federal do Tocantins (UFT), irá reunir estrutura e apoio institucional necessários para que empresários e pesquisadores de diversas áreas construam juntos projetos e produtos inovadores para governos e empresas.

Visita

O prefeito ainda cumpriu agenda no município de Balneário Camboriú, onde visitou o prefeito do município, Edson Piriquito. No encontro, foram discutidos os métodos aplicados pela gestão em temas como: acessibilidade, transporte público, turismo e limpeza urbana.

“Em conversa com o prefeito, vimos boas práticas e experiências de sucesso que nos trazem boas ideias e que podem resultar em benefícios também em Palmas”, destacou Amastha. (Com informações da Agência Tocantinense de Notícias)