Palmas

Foto: Divulgação Walter Balestra deixou a Secretaria da Saúde no último dia 3, sob o argumento de entraria de férias por 60 dias Walter Balestra deixou a Secretaria da Saúde no último dia 3, sob o argumento de entraria de férias por 60 dias

A Prefeitura de Palmas publicou no Diário Oficial do município desta quarta-feira, 5, a exoneração do secretário de Saúde, Walter Balestra do PcdoB. O Decreto nº 496, assinado pelo prefeito Carlos Amastha traz a exoneração a partir desta última quarta-feira. A saída foi anunciada na segunda-feira, 3, e na oportunidade Balestra confirmou a versão de que estaria tirando férias por 60 dias.

Diferente do que foi anunciado de que o prefeito teria sido apanhado de surpresa com um suposto pedido de exoneração do secretário, o Diário Oficial não diz que ele foi exonerado a pedido o que reforça a tese de que ele realmente teria sido demitido. Segundo uma fonte da Prefeitura de Palmas, o prefeito já estaria estudando o nome do possível substituto na gestão municipal da saúde.

Também foi publicada no Diário o decreto 497 que trata da designação do secretário de Desenvolvimento Econômico e Emprego, para responder interinamente pela pasta inicialmente por 60 dias. Ele acumula as duas secretarias.

A saída de Balestra causou polêmica no PCdoB e também movimentou a oposição. Ambos afirmaram que na verdade a justificativa das férias foi apenas uma desculpa para justificar a saída dele do comando da Saúde. A cúpula do PCdoB ainda pretende conversar com Balestra para que ele explique os motivos reais da saída.

Comentando o assunto ao Conexão Tocantins o prefeito Amastha disse que faz questão de Balestra na sua gestão e reconheceu o apoio do PCdoB na sua campanha do ano passado, mas admitiu que se o ex-secretário retornar ele poderá assumir outro cargo.

Dirigentes do PCdoB dizem estar insatisfeitos com o tratamento pela atual gestão, mas o secretário de Relações Institucionais, Tiago Andrino, garantiu que o partido não perde espaço na administração e disse inclusive que quer a legenda como aliada em 2014.