Polí­tica

Foto: Divulgação

O vereador do PR, Lúcio Campelo repercutiu em entrevista ao Conexão Tocantins o caso das ambulâncias de emergência em Palmas. O secretário municipal da saúde, Nicolau Esteves, voltou atrás na locação de cinco viaturas nesta última segunda-feira, 15, após constatação de que os veículos não tinham as mínimas condições de serem utilizados.“Infelizmente isso deixa claro que o secretário não conhece a realidade do município afinal a nomeação dele foi feita através de acordo político com o PT”, comentou. Cada veículo custaria R$ 500 por dia ao município. Com a desistência da locação o secretário garantiu que não será necessário mais locar ambulâncias já que os veículos da pasta já estariam em condições de prestar serviço para a comunidade.  

Para o vereador algumas declarações do secretário são preocupantes. “Ele chegou a dizer que não calculou o custo e prejuízos para o município com relação à locação.Isso mostra  que falta comprometimento com a estrutura da cidade. Ele não conhece nenhuma unidade de saúde da cidade e está num patamar de vida acima do que a sociedade de Palmas necessita”, disse.

Esteves se divide entre o comando da pasta e as atividades partidárias no PT. “O secretário está no cargo apenas para ganhar notoriedade e ver se consegue pleitear uma candidatura em 2014”, analisou Campelo lembrando que Esteves é o nome apontado pelo PT para tentar construir uma candidatura para o governo.

Campelo aproveitou o episódio para fazer outras críticas também na área da Saúde. “Essa questão das ambulâncias é apenas um dos problemas tem ainda a falta de estrutura das unidades e principalmente a falta de prevenção que a prefeitura não faz e acaba congestionando o Hospital Geral de Palmas”, apontou.