Palmas

Foto: Divulgação

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) vai nomear o secretário de Assuntos Jurídicos, José Roberto Torres Gomes como secretário interino de Transparência e Controle da Prefeitura no lugar de João Lira que deixou a vaga nesta segunda-feira, 20. Gomes vai acumular os dois cargos.

Em entrevista ao Conexão Tocantins, Gomes afirmou que assume o cargo de maneira tranquila. “Minha expectativa é tranquila, como venho do controle interno para mim é uma questão normal. A questão agora é implantar sistema para dar celeridade nos processos”, disse. Ele contou que foi um dos idealizadores da criação da pasta de Transparência e Controle.

O relatório da contratação da Terra Clean foi um dos motivos para a saída de Lira. Questionado sobre como vai lidar com a situação da empresa e o município, Gomes disse que a Prefeitura de Palmas vai instaurar a Tomada de Contas Especial e lembrou que alguns órgãos estão acompanhando o caso. “Minha tranquilidade é enorme.  Existe procedimento no MPE, eles vem acompanhando tudo e provavelmente o TCE deve instaurar um também”, disse.

Os vereadores da oposição sugeriram nesta terça-feira que seja aberta uma CPI para investigar a contratação da Terra Clean. Questionado sobre o assunto o secretário disse que não vê nenhum problema na proposição. “Não vejo nenhum problema se for olhar pelo lado da fiscalização, só que essa averiguação por CPI será mais política do que técnica. A CPI é um instrumento democrático e vamos fornecer todas as informações disponíveis”, frisou.

A prefeitura não confirmou oficialmente se o ouvidor geral, jornalista Lailton Costa deixou mesmo o cargo. Segundo Gomes ele pretende conversar com Costa para saber como ficará a situação dele.