Palmas

Foto: Divulgação

A Secretaria Extraordinária de Inclusão Social da prefeitura de Palmas, comandada por José Mamédio de Oliveira passará a ser ordinária. O anúncio foi feito pelo próprio secretário durante a Conferência Estadual de Igualdade Racial no final de semana em Palmas. O encontro reuniu vários militantes, ativistas e especialistas que discutem políticas públicas na área.

Durante uma de suas falas no evento o secretário adiantou aos presentes que o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) após reunião na semana passada autorizou algumas alterações na pasta, que já estão sendo estudadas mas não estimou quando serão implantadas. Na reunião que tratou do assunto estiveram presentes membros do PCdoB, partido de Mamédio.

Além de passar a ser ordinária, a secretaria vai acoplar alguns segmentos como a área de cuida as políticas de Juventude,a Superintendência da Mulher, Direitos Humanos e Equidade. “O prefeito quer que a secretaria seja os olhos da prefeitura de Palmas”, afirmou ao mencionar que seu propósito não é de ser apenas um "secretário figurativo".

Mamédio explicou que quer formar a melhor equipe do país para que a pasta seja uma referência para todo o Brasil. O aumento na estrutura da pasta também foi um pedido de vários segmentos da sociedade organizada que chegaram a reunir assinaturas em apoio a mais autonomia para a secretaria.