Palmas

Foto: Antônio Gonçalves

Com a proposta de discutir a igualdade racial, o coletivo juventude negra, Enegrecer, organizou na noite desta última quarta-feira, 20, o evento "Juventude Negra em Resistência" que contou com apoio da Prefeitura Municipal de Palmas, através da Secretaria Extraordinária e Inclusão Social. A festa, em comemoração ao dia mundial da Consciência Negra, reuniu artistas,  militantes de movimentos sociais, partidários e comunidade, na Praça da Quadra 1.306 Sul.

O secretário extraordinário de Inclusão Social, José Mamédio de Oliveira, declarou que o objetivo é levar eventos que reúnam debates e atividades culturais em torno da igualdade racial às mais diversas regiões da Capital. “Esta realidade já está próxima de acontecer com o programa Carrossel, que deve ser implantado já em 2014”, comentou.

A canção "Olhos Coloridos", da cantora Sandra de Sá, que faz alusão ao orgulho das características negras, abriu o repertório da intérprete tocantinense Núbia Dourado. Aos poucos, a comunidade foi se aproximando para ouvir um debate que contou com a participação de Márcia Ribeiro, coordenadora da Juventude, órgão ligado à Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais (Segri).

A coordenadora apresentou dados do IBGE que revelam a criminalidade contra jovens afrodescendentes de todo Brasil. “De todos os jovens mortos no Brasil, 90% são negros”. E completou: “a Coordenadoria está trabalhando para implantar um projeto que vai mapear a cidade de Palmas e identificar quais as quadras e setores se enquadram em situação de vulnerabilidade social”.

O titular da Segri, Tiago Andrino, ressaltou a importância dos movimentos artísticos como o hip hop. “A mensagem passada pelo rap cumpre um papel de conscientização dos jovens. Mobiliza a comunidade a tomar posturas com atitude, usa as rimas para distanciá-los das drogas e da marginalidade”.

E foi com esse discurso que o rapper Markim Dazantigas abriu o show de encerramento da festa. Ao lado da esposa, Mina Tay, ele deixou o recado: "O importante é estudar".