Economia

Foto: Divulgação

Durante reunião com representantes das CDLs, Câmara de Dirigentes Lojistas, associações comerciais e industriais do Estado, o titular da Sedecti – Secretaria Estadual do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Massuia e a superintendente do Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Márcia Rodrigues, apresentaram os critérios para realização das campanhas promocionais neste segundo semestre.  

Ações de fomento, rodadas de negócios e identificação de empresas para prospecção no mercado, além de campanhas, promoção e divulgação do evento na mídia são algumas das atividades que serão trabalhadas nas campanhas. 

“Esta parceria é em prol do desenvolvimento do empresário local, buscando visibilidade e, ainda, que gere renda e emprego para o comércio tocantinense”, destacou a superintende do Sebrae, Márcia Rodrigues, explicando a parceria com a Sedecti.  

Para o gestor da Sedecti, Paulo Massuia, a realização das feiras de negócios e campanhas comerciais é mais uma ação promovida pelo Governo do Estado visando à qualificação e o crescimento econômico dos municípios. “É um conjunto de ações que estão em execução e a realização das campanhas busca o fortalecimento do empresário e da economia tocantinense”, lembrou Massuia, que destacou a parceria com o Sebrae para execução deste projeto.  

O presidente do CDL de Gurupi, Adailton Fonseca, diz que a expectativa é grande para a execução das campanhas comerciais na cidade e faz planos. “Em 2012 tivemos 207 empresas participantes e para este ano minha meta é alcançar 300 empresas”, anunciou.  

Campanhas promocionais serão executadas em diversas regiões  

A Sedecti, através do CDE – Conselho de Desenvolvimento Econômico é responsável pela metade do aporte financeiro de R$ 3 milhões, além do acompanhamento e monitoramento da execução das campanhas, e valorização das potencialidades locais. O Sebrae entra com os demais 50% dos recursos, além de toda a gestão financeira do convênio e o acompanhamento da execução dos eventos. Cabem às CDLs e às associações comerciais proporem os projetos das campanhas e a promoção e gestão das mesmas. Já a Faciet estará com o apoio institucional e a articulação junto às associações comerciais. 

As associações comerciais que receberão apoio são das cidades de Araguatins, Tocantinópolis, Babaçulândia, Ananás, Augustinópolis, Miracema, Porto Nacional, Lajeado, Tocantínia, Cristalândia, palmas, Araguaçu, Almas, Taguatinga, Gurupi, Pedro Afonso e Guaraí.

Recursos do CDE garantem execução das feiras no Estado 

Os recursos para a realização das feiras de negócios e campanhas comerciais deste ano no Tocantins estão garantidos através da aprovação de aportes financeiros pelo CDE – Conselho de Desenvolvimento Econômico.  

O projeto tem destinado recursos de R$ 3 milhões, sendo R$ 1,5 milhão são recursos do FDE – Fundo de Desenvolvimento Econômico, com aprovação dos conselheiros do CDE – Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado.  

A outra metade são recursos do Sebrae, que participa em parceria com a Sedecti de todo o processo de organização e estruturação das feiras comerciais e campanhas promocionais. Em 2013, os valores investidos em feiras e campanhas equivalem ao dobro do investido no ano passado.