Polí­tica

Foto: Divulgação

Uma nova reunião em Brasília nesta terça-feira, 24, pode enfim dar uma alternativa que agrade os dois grupos do PMDB no Tocantins. O encontro será com o presidente nacional, Valdir Raupp e deve ter participação do vice-presidente Michel Temer.

O atual presidente da legenda,  deputado federal Junior Coimbra afirmou ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 23, que vai participar da reunião e que a pauta é para tratar do acordo para o futuro do Diretório estadual. Coimbra aceitou abrir mão da presidência para um dos deputados estaduais e o nome escolhido que pode agregar os dois grupos é o do deputado Eli Borges.

“Vamos trabalhar para que haja um entendimento em torno da unidade. Não tenho interesse nenhum em ver o partido rachado”, declarou Coimbra. O deputado Iderval Silva, que chegou a ser apontado como um dos que votou contra a aprovação das contas dos também peemedebistas Marcelo Miranda e Carlos Gaguim referentes ao ano de 2009, disse que não concorda com o nome de Eli mas Coimbra frisou que pretende tentar reverter a situação. “ O Iderval é uma voz divergente com relação a isso mas vamos tentar reverter isso”, disse.

Coimbra contou que Eli tem interesse em ser o nome de consenso do grupo e que deve encabeçar chapa única na disputa pelo comando do PMDB no próximo mês quando acaba o mandato do deputado.

Além de Coimbra devem participar da reunião vários peemedebistas do grupo intitulado dos Autênticos como Marcelo, deputado federal Osvaldo Reis, ex-vice-prefeito de Palmas, Derval de Paiva, Josi Nunes e outros.