Polí­tica

Foto: Divulgação

A estratégia que será usada pelo PT para fortalecer o partido nas disputas pelos governos estaduais foi tema de reportagem recente feita pelo jornal Valor Econômico. De acordo com a reportagem, o partido pretende ampliar o número de candidaturas petistas nas disputas pelos governos estaduais e cita o nome de Nicolau Esteves como pré-candidato do PT na eleição para o Governo do Tocantins em 2014.

Conforme o Valor Econômico, o PT pretende lançar candidaturas fortes, principalmente nos estados em que há uma disputa direta com o PSDB, como é o caso do Tocantins. A intenção petista é ampliar a base de controle do partido nos estados, já pensando em eleições futuras.

Além de Nicolau Esteves como concorrente direto na disputa com o PSDB, o jornal Valor Econômico cita ainda o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, como o pré-candidato do partido na disputa pelo Governo de São Paulo, hoje administrado pelo PSDB; o ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, na corrida ao Governo de Minas Gerais, também gerido por um tucano; e a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, como a alternativa petista para derrotar o governo do PSDB no Paraná.

  “O maior apetite do PT em 2014 pelos governos estaduais segue uma lógica. A legenda – apesar de sempre regida pela prioridade à disputa presidencial – encontra situação mais favorável do que em 2010, quando Dilma Rousseff era desconhecida nacionalmente. Pode correr mais riscos ao não ceder cabeça de chapa e descontentar aliados”, cita o jornal Valor Econômico.