Polí­tica

Foto: Divulgação

O secretário de Relações Institucionais deve comparecer no Senado Federal no dia quatro de dezembro para a audiência pública que vai tratar dos possíveis desvios e aplicações do Igeprev. Eduardo foi um dos convidados para comparecer e dar explicações sobre as suspeitas. O pedido da audiência foi da senadora do PMDB, Katia Abreu e segundo avaliam alguns oposicionistas o assunto já gera um certo desgaste para o governo atual.

Para o presidente do PTB, deputado estadual José Geraldo de Melo Oliveira, partido que tem Eduardo como pré-candidato ao Governo, a oposição está tentando prejudicar a imagem do secretário. “Tudo que a oposição quer é tentar uma ligação e capitalizar politicamente” avaliou.

Com relação à citação e possível envolvimento e responsabilidade de Eduardo no caso do Igeprev o presidente frisou que tudo que está sendo questionado deverá ser apurado. “As coisas serão resolvidas e vai prevalecer. Isso tudo é um jogo para tentar desgastar a imagem de Eduardo”, disse. José Geraldo chegou a dizer que Eduardo é um candidato “fortíssimo” para 2014 e que por isso estaria incomodando a oposição. “Estamos bem tranqüilos”, acrescentou.

2014

O presidente comentou ainda que o partido já busca novos aliados para apoiar a pré-candidatura de Eduardo. “ Os partidos que dão sustentação já estão alinhados e estamos buscando agora partidos que possam fortalecer esse bloco do governo. Conseguiremos uma ampla aliança em benefício do povo tocantinense”, explicou. São aliados atualmente ao PTB: DEM, PSDB, Solidariedade, PEN e PPS. “O PTB vem forte para 2014”, analisou o presidente.

Nas proporcionais José Geraldo será candidato a deputado federal e um dos nomes cogitados para concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa é o prefeito de Nazaré, Cleiton Paulo Rodrigues que deve renunciar ao cargo para a disputa.