Saúde

Foto: Divulgação

A campanha de oftalmologia que a Secretaria Municipal de Saúde de Palmas está realizando na zona rural da capital chegou nesta terça-feira à sua terceira etapa, na comunidade de Santa Terezinha. Nas duas etapas anteriores, no setor Santa Fé Rural (dia 25-11) e no Taquaruçu Grande (02-12), mais de 150 pessoas foram atendidas, gerando cerca de 600 procedimentos, entre consultas, exames e marcação de pequenas cirurgias, entre elas a de catarata. Até o dia 13 de dezembro, a campanha será levada a dez localidades rurais e a expectativa é de que mais de mil pessoas sejam atendidas, resultando em até 4 mil procedimentos.

O secretário municipal de Saúde, Nicolau Esteves, explica que a campanha está sendo realizada como forma de facilitar o acesso das pessoas que moram na zona rural aos serviços de saúde. “Trazer o atendimento oftalmológico aqui na comunidade não é favor nenhum; é uma obrigação do poder público”, afirmou o secretário, em breve pronunciamento na abertura dos trabalhos, nesta segunda-feira, dia 2, em Taquaruçu Grande (foto).

Nicolau Esteves anunciou também que, após o atendimento oftalmológico, a proposta é promover campanhas envolvendo outras especialidades médicas, ao longo de todo o ano de 2014.

“Muitas vezes o morador da zona rural deixa de marcar uma consulta ou realizar um exame devido à dificuldade de deslocamento até uma unidade de saúde situada na cidade”, observa o diretor de Regulação, Controle e Avaliação da Secretaria Municipal de Saúde, Geraldo Xavier da Silva Júnior.

Os atendimentos de oftalmologia na zona rural estão sendo realizados por profissionais de duas clínicas credenciadas pelo município – Instituto Oftalmológico do Tocantins e Clínica de Olhos Yano.