Polí­tica

Foto: Divulgação

O jantar em comemoração ao aniversário do secretário de Governo e Relações Institucionais da Prefeitura de Palmas, Tiago Andrino, no último sábado, 14, terminou por se tornar um evento político onde a perspectiva de formatação de uma Terceira Via para disputar o Governo do Estado começou a tomar corpo.

Marcaram presença no evento representantes do PT, PP, PROS, PSL, PRB e PCdoB. Entre as lideranças presentes, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP), o suplente de senador e vice-presidente nacional do PROS, Ataides Oliveira, o também suplente de senador e pré-candidato ao governo do Estado pelo PSL, Marco Antônio Costa, além do correligionário e também pré-candidato pelo mesmo partido ao governo, ex-ministro Luiz Carlos Borges da Silveira.

Os discursos foram pontuados por fortes críticas contra o Governo do Estado, principalmente as acusações de corrupção feitas pelo senador Ataides e falta de credibilidade do governo para ser um indutor de atração de grandes investimentos privados para o Tocantins. O prefeito de Palmas foi um dos críticos e disse que “é inconcebível que o Estado no coração do Brasil ainda não tenha uma grande indústria instalada”. O senador Ataides por sua vez se disse decepcionado com os rumos que o governo estadual tomou e disse que gastará todas as suas energias para derrotar o candidato do governo nas próximas eleições.

Outro nome de destaque que marcou presença no evento foi o procurador da República, Mário Lúcio Avelar, que pode vir a se filiar ao PCdoB. Mário Lúcio também tem sido cogitado como pré-candidato ao governo, principalmente pela sua história de embate contra o grupo siqueirista no período em que atuou no Estado.

Reuniões se afunilam

Segundo Tiago Andrino nesta segunda-feira sentaram-se à mesa para conversar os líderes do PT e PROS e PT e PP. Ainda segundo ele, nos próximos dias haverá uma grande reunião com os partidos que compõem a Terceira Via.