Economia

Foto: Divulgação

Nos primeiros dias úteis de 2014, o Prodivino já possibilitou a assinatura de mais de 120 propostas para o Microcrédito Produtivo Orientado – MPO envolvendo um total de recursos no valor de R$ 656 mil reais. O MPO é uma parceria com a Caixa Econômica e o Banco do Brasil e tem atraído pequenos comerciantes, tendo em vista os juros baixos, de 0,41%.

Neste ritmo, o Instituto começa o ano com boas expectativas de empréstimos.

Para o Presidente do Prodivino, Mazinho Moraes, o grande atrativo dos juros e a facilidade em obter o crédito vai fazer com que tenhamos uma grande demanda de empréstimos em 2014.

Para conseguir o empréstimo do MPO, o pequeno empreendedor deve ser correntista da Caixa Econômica ou Banco do Brasil. Entre as vantagens estão os juros de 0,41%, a não exigência de avalista para valores até R$ 5 mil reais; carência de 18 meses.

O eletricista Virgínio Pereira dos Santos, 31 anos, de Palmas, é um dos cerca de 60 proponentes que já assinam contrato com a Caixa Econômica nesta quinta, 16, na sede do Prodivino, para obtenção de empréstimo. Com a aquisição de R$ 3 mil reais, ele, que é autônomo, quer formalizar sua empresa individual e comprar mais ferramentas para ampliar o seu negócio. (Ascom Prodivino)

Por: Redação

Tags: Mazinho Moraes, Microcrédito, Prodivino