Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada Luana Ribeiro alfinetou o deputado Sargento Aragão (Pros) sobre a crítica dele com relação á renuncia do ex-governador Siqueira Campos. " A mesma lei que embasou a renuncia do Siqueira foi a mesma que embasou a sua renuncia como vice-prefeito de Palmas", frisou. 

Aragão retrucou Luana: "Deixei de comparecer porque não concordei com a catrevagem. Não é renuncia do Aragão. A senhora teve o apoio do Lula e do Marcelo Miranda e não teve 5% dos votos. Eu não saí desse governo, eu não entrei", disse.

A discussão continuou e Luana retrucou: " Minha vida é clara e transparente. Aprendi muito com a eleição de Palmas foi uma grande lição para minha vida", frisou. Luana ainda completou em outro momento da discussão: “Podem me chamar de derrotada mas tem uma fama que ninguém vai me chamar é de covarde”, disse.

O deputado Líder do governo, Carlão da Saneatins também criticou Aragão. “ Ficou claro que o Aragão brincou de ser candidato”, frisou. 

O polêmico José Bonifácio (PR) entrou na discussão e chegou a chamar Aragão de criminoso. “Aragão você cometeu o crime de eleger o Amastha que só trouxe infelicidade para o povo do Palmas, perseguidor de churrasquinho, de dono de quiosque, do povo da classe média e ele está mais ou menos igual o governo: falando em projetos megalomaníacos. Você é culpado disso, tem que ajoelhar em caroço de milho por ter cometido esse crime”, disse.

Por: Redação

Tags: Carlão da Saneatins, Eleição 2014