Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado Sargento Aragão (Pros) foi á tribuna na Assembleia Legislativa onde questionou a contratação da empresa Quality Aluguel para a locação de veículos para a Polícia Militar do Estado e a acusou de superfaturamento. Ele disse que a empresa é condenada por “coluio e fraude” e não pode nem participar de licitações no Distrito Federal.

 Conforme o parlamentar um Gol que custa R$ 28 mil está locado para a SSP no valor de R$ 36 mil por ano. Já uma moto locada para a Polícia Militar custa R$ 9 mil e é locada no valor de R$ 13 mil. “Olhem e observem descalabro que virou esse Estado que continua tomando dinheiro do servidor público”, afirmou. Aragão disse ainda que somente três viaturas em Palmas estão funcionando porque não tem condições de fazer a reparação nos veículos.

 O parlamentar questionou ainda o que chamou de falta de atuação por parte do Ministério Público Estadual que segundo ele está calado sobre o assunto. Ele disse que dará um prazo de 15 dias para o MPE se manifestar e se isso não acontecer irá acionar o Conselho Nacional. “Já fiz o pedido a Comandante Geral do contrato mas não fui atendido, denunciei no Ministério Público e não tive resposta e acionei até o Conselho Nacional do Ministério Público”, explicou Aragão.

 O deputado Manoel Queiroz do PPS reforçou o coro de Aragão e disse que a falta de estrutura impede que as polícias civil e militar atuem melhor. “ O Estado nem sequer manutenção está conseguindo dar para as viaturas. Será que é esse Estado que a população quer?”, questionou. Ele disse que é preciso acionar o Ministério Público Federal para atuar no impasse.

 Queiroz apresentou um requerimento pedindo a regularização das viaturas que estão paradas por falta de manutenção.