Polí­tica

Foto: Divulgação

O primeiro a percorrer as ruas de Palmas apresentando as propostas de sua campanha, o senador e candidato ao Governo do Estado, Ataídes Oliveira (PROS), dedicou a manhã desta última terça-feira, 29, para caminhar pela Avenida Tocantins, em Taquaralto. Com um tratamento diferenciado, Ataídes faz questão de entrar em todos os estabelecimentos e conversar com cada cliente e comerciante.

Acompanhado da candidata à vice-governadora, Cinthia Ribeiro (PTN) e de candidatos a deputado estadual e federal, Ataídes tem explicado por que colocou o seu nome à disposição para disputar o Governo do Estado.

“De tanto desprazer e desgosto com a política do nosso Tocantins, coloquei o meu nome à disposição para disputar o governo, com a esperança de mudar essa situação. Sabemos que antigamente as pessoas ficavam reféns das mesmas pessoas no poder. Agora, quem não está satisfeito pode contribuir com a nossa proposta de mudar esse quadro”, afirmou.

Pioneiro em Taquaralto, Sebastião Valber foi um dos empresários que expôs o descontentamento com os mesmos governantes. “Aqui (em Taquaralto) nunca tivemos incentivos por parte dos nossos gestores”, disse ao afirmar que agora as pessoas têm opção em quem votar. “Vemos que o nome de senador Ataídes é novo na política, ele vem com a esperança de trazer renovação a esse povo que está desanimado com a política”, declarou.

No período da tarde, Ataídes continuou percorrendo as ruas de Taquaralto e o Aureny, acompanhado do candidato a senador, deputado estadual Sargento Aragão (PROS).  “Estou muito animado com o que está acontecendo. As pessoas estão nos acolhendo de braços abertos, estão dispostas a nos escutar. Vejo no olhar de cada pessoa o sentimento de mudança, o sentimento de esperança”, contou o candidato senador.

O sentimento de esperança também foi externado pelo jovem Raimundo Fernando. “Está todo mundo cansado de ver tudo do mesmo jeito. Vemos as pessoas entrarem no poder e lesar o povo. Porém, vemos no senador Ataídes uma opção para o povo, uma saída”, afirmou.