Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal e candidato a reeleição, Cesar Halum (PRB), afirmou em entrevista ao Conexão Tocantins na tarde desta segunda-feira, 25, que fará Boletim de Ocorrência na tarde de hoje na Polícia Federal para investigação de disseminação de informações nas redes sociais de que o deputado teria desistido de concorrer as eleições de outubro. O deputado já havia desmentido a especulação, no entanto, a prática continua. Ele afirmou que a prática é ilegal e que com a ajuda de rastreadores, já tem três nomes dos supostos acusados.

Segundo Cesar Halum, “tem um pessoal usando as redes para dizer que eu desisti da candidatura, que não sou candidato, pra desestabilizar. Mas aqui já foi feito o rastreamento e a coisa está bem avançada. Estou entregando para a Polícia Federal tomar conta”, afirmou.

O deputado ainda afirmou que ao invés de prestarem serviços a população os adversários ficam tentando arrumar voto o desestabilizando. “Qualquer mulequim ai que lança a candidatura e não dá conta de ir e pensa que vai desestabilizar a gente. Nos temos 99 % de identificação dos autores (sic)”, disse.

Cesar Halum ainda afirmou que não vai se abater e que irá por um fim na política antiga, sendo que os adversários inventam fatos, compram eleitores e jogam sujo, segundo o candidato.