Polí­tica

Foto: Cleuber de Souza

A senadora e candidata a reeleição Kátia Abreu (PMDB) declarou em comício na sexta-feira, 12, em Gurupi que o Hospital Geral de Gurupi (HGG) será construído por Marcelo Miranda. “Eu fiz a minha parte, busquei a verba de R$ 41 milhões junto a presidente Dilma para a sua construção. Os recursos há três anos estão na conta e nada de obra”, questiona a senadora que pede que agora a sociedade tenha um pouquinho de paciência, pois quem vai construir o HGG vai ser o governador Marcelo Miranda", disse ela. 

Kátia Abreu ainda falou sobre as mazelas na saúde de Gurupi como a falta de medicamentos, de insumos, de material básico para o atendimento ao público e até suspensão da coleta de lixo hospitalar que oferece risco à saúde dos pacientes. Segundo a senadora tudo isso só comprova a "incompetência administrativa do Governo", afirmou.

A Senadora revelou que só na semana passada entrou em funcionamento o Tomógrafo, um equipamento moderno e que custou mais de R$ 2 milhões que ficou quatro anos parado e que só funcionou após denuncias. A senadora ainda falou sobre os assaltos aos pacientes dentro  do hospital de Gurupi. “Isso é o fim da picada de um governo que já perdeu a dignidade”, esbravejou a parlamentar indignada com a situação da saúde em todo o Estado que ela garante que vai mudar e logo nos primeiros dois meses assegura que a sociedade vai sentir a diferença.

A senadora Kátia Abreu só amenizou o tom do discurso quando passou a enumerar os compromissos que assumiu com Gurupi. A senadora disse que vai buscar recursos para a construção de uma rodoviária moderna como dos grandes centros, ampliação do aeroporto, construção se um super centro de convenções, a clínica da mulher, o anel para viário dentre outras benefícios como a ampliação dos cursos da Universidade Federal do Tocantins, a exemplo do curso de medicina que levou para Araguaína.  “Marcelo Miranda vai concluir as rodovias, um homem que fez quase quatro mil quilômetros de rodovias e 40 mil casas, não tem medo de nada”, disse a senadora.

Kátia Abreu atribui o fracasso do governo a postura do ex-gestor que em vez de governar preferiu fazer campanha para tentar fazer o filho governador. Comentou que diante da rejeição popular articulou o plano da renúncia do governador e do vice e a eleição de um novo governador com 15 votos. “Entra o novo governador e a campanha continua, assim ninguém aguenta, lembro-me do meu avô que dizia que dinheiro não aguenta desaforo”, relatou a senadora, sempre muita aplaudida pelo grande público que prestigiou o comício.

Palanque reforçado

Kátia Abreu e o candidato a governador Marcelo Miranda dividiram o palanque com os ex-prefeitos de Gurupi Tadeu, Alexandre  Abdala (PR), com a vice –prefeita de Gurupi Dolores Nunes (PMDB), com os vereadores Gleydson Matos (PR), Ivanilson Marinho (PMDB), Francisco Macedo, presidente do PMDB-Jovem Cícero Donizete, presidente do PMDB-Mulher Gláucia Carneiro, secretário municipal de Habitação Paulo Cangati, o ex-deputado Udson Bandeira (PMDB), o deputado Osvaldo Reis (PMDB), dentre outros.

Caminhada prossegue

Esta semana os candidatos da coligação A Experiência Faz a Mudança já percorreram os municípios de Almas, Porto Alegre, Rio da Conceição, Novo Jardim, Ponte Alta do Bom Jesus, Dianópolis, São Valério da Natividade, Peixe, Sucupira, Figueirópolis, Cariri e Gurupi.No sábado a caminhada prossegue na região Sul, serão visitados os municípios de Araguaçu, Sandolândia e Formoso do Araguaia. No domingo será a vez dos municípios de Aliança do Tocantins, Santa Rita, Fátima e Nova Fátima, encerrando a jornada da semana em Paranã com um grande comício que deve contar com a presença de líderes de todo o Sudeste.

Quando os candidatos encerrarem a jornada desta semana, em Paranã, no domingo, terão percorridos 71 municípios com atividades de campanha como caminhadas, concentrações e comícios.