Campo

Foto: Jakeline Monteiro

O Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável (Cedrus), ligado à Diretoria de Fomento a Agricultura Familiar da Secretaria de Agricultura e Pecuária (Seagro), se reuniu com 30 integrantes do conselho para reforçar ações dos agricultores familiares no Tocantins. A reunião aconteceu nesta quarta-feira, 15, na parte da manhã e tarde, no auditório da Seagro, em Palmas.

Durante a abertura, o secretário executivo de Agricultura e Pecuária, Ruiter Padua, fez esclarecimentos sobre a importância da agricultura familiar para o desenvolvimento do Estado, enumerou ações do Governo para fomentar o setor e destacou a implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM). “Quando esta gestão assumiu o Governo do Estado existiam sete munícipios com o selo, atualmente 36 municípios já têm o selo e em mais 80 municípios, o selo está em processo de implantação”, comentou. 

Os assuntos pautados foram: a apresentação do Plano Operativo Anual do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF/TO); a retomada das discussões sobre os ajustes do Território Sul do Tocantins, no que diz respeito à mudança de nome; inclusão de novos municípios; a apresentação das análises dos Pedidos de Credenciamento e Pedidos de Renovação de Credenciamento das Empresas/ Instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), além de assuntos referentes à política de desenvolvimento rural.

Finalizando os debates, o assunto centralizou sobre a Câmara Técnica da Sociobiodiversidade, inserindo o projeto Mangaba.

Função

O Cedrus tem como função aprovar a programação físico-financeira de recursos dos programas fundiários e de apoio à agricultura familiar; acompanhar e avaliar a execução dos programas federais de desenvolvimento rural, referentes à agricultura familiar e à reforma agrária, baseados em convênios firmados com o Estado. Fazem parte do Conselho trinta instituições públicas, organizações não governamentais, instituições financeiras, sindicatos e movimentos sociais. O conselho é constituído por 30 instituições que visam discutir políticas públicas para agricultura familiar. 

Participação

Estiveram presentes na reunião: Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins - Ruraltins;  Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - Incra; Instituto de Terras do Tocantins - Itertins ;  Ministério da Pesca e Aquicultura - MPA; Instituto Natureza do Tocantins -  Naturatins; Federação dos Trabalhadores do Estado do Tocantins - Fetaet;  Federação da Agricultura do Estado - Faet; Secretaria do Planejamento e Modenização da Gestão Pública - Seplan; Organização das Cooperativas - OCB;  Fundação Universidade do Tocantins - Unitins; Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;  Ministério do Desenvolvimento Agrário- MDA; Faculdade Católica; Secretaria do Desenvolvimento  Econômico, Ciência, Tecnologia e Informação - Sedecti; Sebrae; representantes de instituições financeiras, extensionistas, sindicatos rurais e movimentos sociais. (Ascom-Seagro)