Palmas

Foto: Divulgação

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) confirmou ao Conexão Tocantins no final da tarde desta quinta-feira, 30, que nesta sexta-feira, 31, vai reunir todos os secretários para definir alterações na equipe e na administração. “Vou fazer alterações e quero ouvi-los para isso”, disse.

O gestor prepara o retorno do ex-secretário de Relações Institucionais, Tiago Andrino e ainda do ex-secretário Executivo da pasta, Adir Gentil. Andrino deixou a gestão para disputar uma cadeira na Câmara Federal porém mesmo com uma votação expressiva de mais de 30 mil votos não obteve êxito.

Amastha disse que ainda está escolhendo qual pasta Andrino vai comandar e Adir possivelmente deve reassumir a área de Relações Institucionais.

A primeira mudança já ocorreu que foi a saída da secretária da Educação, Berenice Barbosa, irmã do deputado estadual Wanderlei Barbosa (SD). Na eleição de 2012 Barbosa apoiou Amastha porém rompeu com o gestor este ano ao se aliar ao governo do Estado. “Conversamos na terça e decidimos consensualmente pelo afastamento dela. A situação ficou insustentável por causa da postura do Wanderlei, não tinha mais clima”, frisou.

Na eleição deste ano Barbosa mesmo estando na mesma coligação que Andrino, candidato do prefeito, não fez sequer nenhuma dobradinha com o pepista.

A escolha do novo nome para a pasta será feita até o início da próxima semana. “Vai ser alguém que eu tenha a garantia que vai continuar avançando na área, não abro mão disso”, disse.

O gestor está em Brasília nesta quinta-feira, 30, onde discute projetos para a capital.

Auditoria

Além das mudanças que estão à vista a gestão municipal nomeou uma comissão multidisciplinar para realizar uma ampla auditoria em todos os órgãos da administração. O objetivo, segundo o secretário Publio Borges, é zelar pelo bem administrativo. “A auditoria é preventiva para que ocorra de forma eficaz e também corretiva quando é  verificado que  determinado procedimento está sendo conduzido de forma a merecer reparos”, disse.