Saúde

Foto: Divulgação

Pesquisa de investigação de hábitos alimentares dos brasileiros mostra Palmas como a capital da Região Norte do Estado com melhores percentuais de consumo regular de frutas e hortaliças. Os dados são da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2014), divulgada pelo Ministério da Saúde.

Palmas ficou na sexta colocação no ranking de capitais com maior frequência de consumo regular de frutas e hortaliças. Segundo os dados da pesquisa, 27% dos palmenses entrevistados consomem frutas e hortaliças pelo menos cinco vezes por semana. A média de consumo nas capitais de frutas e verduras é de 24,1%. O consumo de frutas e verduras é recomendado pelo alto teor nutricional e por contribuírem para a prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, como câncer, diabetes e hipertensão.

Os dados mostram que 76,6% dos palmenses participantes da pesquisa consomem feijão pelo menos cinco vezes por semana. Nacionalmente, a média nacional de consumo da leguminosa é de 66%. A Vigitel 2014 mostra ainda que os homens brasileiros (73%) consomem mais feijão regularmente que as mulheres (61%).

Com relação ao consumo de carne com gordura, a capital tocantinense ficou na quinta posição entre as 26 capitais e o Distrito Federal com maior percentual de consumo regular. Sobre o consumo frequente de refrigerantes, a média nacional de consumo é de 20,8% dos entrevistados. Nesse ranking, Palmas é a 14ª capital, sendo a média de consumo da bebida artificial na cidade é de 18%.

Alimentação Saudável

Segundo o gerente estadual de Doenças Não Transmissíveis, Jader José Rosário da Silva, apesar de se tratar de uma pesquisa amostral, as informações obtidas através do levantamento permitem a identificação de comportamento de alimentação e de consumo para que a partir dele sejam elaboradas políticas públicas de incentivo a hábitos saudáveis, como adoção de alimentação equilibrada e da prática de atividade física.

Com o intuito de difundir orientações de como ter hábitos alimentares mais equilibrados, técnicos da Secretaria do Estado da Saúde (Sesau) elaboraram um cardápio completo com sugestões de refeições balanceadas e receitas funcionais. O cardápio pode ser baixado clicando aqui: http://www.saude.to.gov.br/images/phocadownload/cardapio_saudavel.pdf

Promoção à Saúde

Como incentivo à adoção de políticas públicas de promoção à saúde, a Sesau realiza assessoramento técnico aos municípios tocantinenses para elaboração de Plano de Ações de Enfrentamento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis. Dezessete municípios no Estado já possuem planos especificando objetivos e diretrizes focadas em ações de vigilância, informação e avaliação de serviços de promoção à saúde e prevenção de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e etc.

A instalação de academias ao ar livre, compostas por aparelhos de ginástica de baixo impacto como incentivo à prática de exercícios físicos, é outra iniciativa. Ao todo, 26 novos pólos de academias de saúde foram instalados no último ano no Tocantins. (Ascom Sesau)