Polí­tica

Foto: Divulgação

O advogado Gideon Pitaluga comentou em seu pronunciamento durante a audiência pública que trata da reforma política pesquisa da OAB na qual 85% da população se posicionou a favor da reforma política. “A causa da reforma política é causa de toda a sociedade brasileira”, disse. A pesquisa da OAB mostrou ainda que 95% se manifestou desmotivada e indignada com o sistema atual brasileiro dentre elas 37% pela revolta.

Um grupo de manifestantes chegou a interromper brevemente a sessão com cartazes e pedindo reforma política urgente. O presidente da audiência chegou a afirmar que iria pedir a saída dos manifestantes.Várias faixas contra a corrupção foram estendidas nas tribunas de honra da Casa de leis pelos manifestantes.

Em seguida o presidente da Associação Tocantinense de Municípios - ATM, João Emídio falou do posicionamento dos gestores com relação á reforma. "Evidenciamos sinais de que o processo político brasileiro carece de urgente atualização", disse. A entidade defende o fim da reeleição de agentes políticos do Executivo. "Acreditamos que o comando da gestão é um espaço para todos e em muitos casos a pressão pela reeleição não vem da população e sim dos políticos que querem se prepetuar no poder, queremos mais tempo para governarmos", disse.

Os prefeitos querem mandatos de seis anos. "Para que os gestores possam planejar seus programas e seus projetos", disse. O presidente pediu ainda a prorrogação dos mandatos atuais para conciliação das eleições já  em 2018.

O relator da comissão afirmou que não há possibilidade de prorrogação. " O STF já descartou essa hipótese", afirmou.

O representante do governador Marcelo Miranda, secretário Paulo Sidnei disse que o Brasil quer três reformas: a política, a tributária e a previdenciária. "É preciso fazer uma reforma política para o Brasil e não para os partidos ou para os governos penso que é assim que a sociedade brasileira quer, uma reforma abrangente, justa e democrática para o Brasil. É preciso resgatar a confiança da nação na política de toda  a nação sobretudo da juventude", disse.