Educação

Foto: Elias Oliveira O professor chamou a atenção dos jovens para dois tipos de relacionamentos, sendo eles: o intrapessoal, consigo, e o interpessoal, com o outro O professor chamou a atenção dos jovens para dois tipos de relacionamentos, sendo eles: o intrapessoal, consigo, e o interpessoal, com o outro

Com o intuito de fazer uma reflexão e sensibilizar os jovens tocantinenses, o professor mestre em Letras da Universidade Federal do Tocantins (UFT), campus de Porto Nacional, Rubenilson Pereira de Araújo, ministrou a palestra: “Ignorância, preconceito, diferenças e desigualdades – uma abordagem sobre relacionamentos interpessoais na juventude da era contemporânea”. O assunto foi abordado nessa quinta-feira, 24, no Espaço Jovem do 9º Salão do Livro e mais de 300 alunos, entre eles da Capital e das regionais de Arraias e Dianópolis, assistiram à palestra. 

O professor chamou a atenção dos jovens para dois tipos de relacionamentos, sendo eles: o intrapessoal, consigo, e o interpessoal, com o outro. “Podemos ser movidos conosco e com as outras pessoas, inconscientemente ou não, pela ignorância e pelo preconceito. No primeiro caso, podemos mudar a nossa forma de falar e agir, por meio do conhecimento. Já no segundo devemos seguir a linha da desmistificação do ‘pré-conceito’ que temos em relação às coisas e às pessoas”, explicou, acrescentando que o papel da educação é fazer com que o cidadão reflita e se questione sobre o que tem feito para a construção de um espaço melhor para se viver.  

Outro ponto abordado, durante a palestra, foi a questão dos rótulos e da essência do ser humano. Rubenilson explicou que todos nós estamos em construção e que somos seres incompletos. “Estamos inseridos em uma sociedade, não vivemos numa ilha, isolados. Uma palavra pode definir bem o ser humano: interdependência. Você age consigo e com o outro de que forma? Está sendo guiado pelos rótulos ou pela essência?”, questionou.

O estudante Michel Pereira Sobreira, de 17 anos, aprovou a palestra e disse que foi provocado pelo professor a pensar sobre a sua conduta, consigo e com os outros. “Alguns ‘pré-conceitos’ existentes em mim foram quebrados hoje. Foi um dia de reflexão e mudanças de paradigmas. Gostei muito”, enfatizou. A programação desta sexta-feira, 25, continua no Espaço Jovem. Às 10h acontece a Gincana Literária entre os alunos dos municípios de Araguaína, Gurupi e Tocantinópolis. Já às 15h, haverá apresentação de coreografias, músicas e danças.   O 9º Salão do Livro segue até o próximo domingo, 27, e acontece simultaneamente à 11ª Feira de Folclore Comidas Típicas e Artesanato do Tocantins (Fecoarte).