Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado Olyntho Neto (PSDB) mostrou um boneco do ex-presidente Lula (PT) vestido de presidiário e afirmou: “a qualquer momento a Polícia Federal pode prender o ex-presidente Lula”, disse.

O parlamentar fez um discurso crítico e duro contra o Partido dos Trabalhadores e disse que o ex-presidente era o “cabeça” e o “mandante” do esquema do Mensalão. “O PT teve campanha irrigada pelo 'petrolão' e pela corrupção. Os bolsos dos petistas foram irrigados pelos desvios da corrupção”, disse.

O discurso do parlamentar foi rebatido pelo petista José Roberto Forzani (PT) que fez críticas diretas á campanha do colega. “É muita cara de pau cinismo é uma coisa escancarada. Todo mundo que teve problema na justiça apoiou o deputado Olyntho não sou idiota, não nasci ontem”, disse.

O deputado não poupou acusações na sua fala: “Se deveria ter alguém vestido de presidiário é vossa excelência que representa no Estado a corrupção. O senhor bancou a corrupção no Estado”, frisou. Segundo o petista, o  partido que mais tem representantes cassados é o PSDB.

O parlamentar prometeu mostrar os nomes dos apoiadores da campanha do deputado Olyntho que têm problema na justiça.

O deputado tucano não respondeu às acusações.

Alguns deputados entraram na discussão como Valdemar Junior (PSD), por exemplo. “O problema não é quem governa o Brasil e sim o povo brasileiro porque somos nós que colocamos quem governa”, disse.