Polí­tica

Foto: Divulgação

O senador e presidente estadual do PSDB, Ataídes Oliveira, disse em entrevista ao Conexão Tocantins, respeitar a decisão do ex-governador Siqueira Campos em deixar o partido, mas disse discordar do argumento remetido ao administrativo da sigla. Ataídes lamentou a desfiliação. “Temos o maior carinho, respeito e admiração pelo (ex) governador Siqueira Campos, é fato. Essa decisão é pessoal, essa manifestação eu respeito, entretanto, não me convence a alegação do (ex) governador”, pontuou.

Ataídes reafirmou a participação de todas as lideranças do PSDB nas decisões. “Inclusive o filho (deputado Eduardo Siqueira Campos (PTB)) falou isso há poucos dias de que tomamos decisões sem consultar a nossa base. O nosso lema é não decidir nada sozinho. Decidimos, inclusive, com a participação dos líderes municipais. Todas as decisões não são só pela executiva mas de todas as nossas lideranças”, disse.

Ataídes defendeu a administração do partido no Estado. Segundo o senador, o PSDB tem hoje, 126 comissões provisórias concluídas, tem aproximadamente 70 candidatos em condições de concorrer as eleições de 2016, terá candidatos próprios nas 10 principais cidades do Tocantins e em Palmas, indicará a candidatura a vice para concorrer junto com o atual prefeito Carlos Amastha (PSB). “Continuamos reestruturando todo o partido no Tocantins”, afirmou. 

Ataídes Oliveira disse estar viajando por todo o Estado. Para o senador, o PSDB será o maior partido no Estado. “Estamos trabalhando firmemente para que o PSDB seja a curto prazo o maior partido no Estado do Tocantins, que era a posição que ele deveria estar atualmente”, sustentou. 

Por: Redação

Tags: Ataídes Oliveira, Siqueira Campos, psdb